Ludmilla desabafa que não sente apoio para ela no Brasil: "machuca"
Foto: Globo/João Miguel Júnior
in ,

Ludmilla desabafa que não sente apoio para ela no Brasil: “machuca”

“Não tem apoio? Eu vou sem apoio mesmo”, decidiu ela.

O que deveria ser um momento de só alegria para Ludmilla, posteriormente acabou se revertendo em um pouco de chateação. A brasileira foi nomeada à premiação dos Estados Unidos “BET Awards”, que é a maior da cultura negra. Citada na categoria de “Melhor artista internacional”, ela é a única representante do Brasil. Mesmo assim, sente uma torcida contra de seus próprios compatriotas, surpreendentemente.

Tal fenômeno do contra foi relatado por uma outra contra do Twitter:

Ludmilla indicada numa premiação gringa e um monte de gente torcendo contra. Tipo, é produto do Brasil recebendo honra e mérito lá fora, elevando a nação como potência cultural, e tem gente torcendo contra?“, escreveu no tweet.

Ludmilla desabafa que não sente apoio para ela no Brasil: "machuca"
Foto: Daniel Pinheiro / AgNews

Leia Mais:

Ludmilla, então, aproveitou que esse assunto foi levantado para desabafar. A cantora afirma, sobretudo, que já sofreu com isso. Ao mesmo tempo, ela procura forças de superar e seguir em frente.

Ludmilla diz: “já chorei”

“Nesses 10 anos eu já chorei e já me perguntei muito qual o motivo de receber tão pouco apoio do país que eu tanto amo e que eu dediquei todos esses anos pra criar e dividir a minha arte. Mas mesmo assim, segui fazendo o que eu amo e compartilhando amor através da minha música”, começou ela.

A cantora confessa: “seria incrível ter apoio no Brasil”

Ludmilla não esconde que gostaria que fosse diferente. O apoio do Brasil seria fundamental para que suas conquistas fossem comemoradas de maneira saudável.

“Seria incrível ter mais apoio no Brasil, poder vibrar mais as minhas conquistas sem precisar me limitar por conta de ataques ou pessoas
tentando me desestimular ou desistir. Pode parecer que do lado de cá não dói, não é perceptível e que não afeta. Mas porra, machuca e muito”, afirmou.

No fim das contas, Ludmilla fez uma decisão:

“O que eu decidi é: não tem apoio? Eu vou sem apoio mesmo. No Brasil não tá rolando? Fora tem um monte de gente interessada na nossa cultura e no nosso talento. Numanice tá na rua bombando, meus shows estão esgotando e o mais importante: eu tô feliz pra porra”, finalizou.

Errada não está, não é mesmo?

Micareta São Paulo

Ludmilla é uma das atrações confirmadas da Micareta São Paulo! O evento, que acontecerá entre os dias 16 e 18 de junho, na Arena Anhembi, levará à capital paulista um verdadeiro carnaval no melhor estilo baiano. Pela primeira vez na cidade, a festa vai rolar por quase 20 horas ininterruptas a cada dia.

A Micareta contará com uma estrutura grandiosa configurada em 3 setores: corredor da folia, onde desfilam os blocos; Lounge POPline, com vista para todos os shows dos trios elétricos; e Arena Eletrônica. O evento acontecerá no mesmo final de semana da Parada LGBTQIA+ de São Paulo e tem previsão de 20 mil foliões por dia.

Além de Ludmilla, também se apresentam no evento: Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Daniela Mercury, Pabllo Vittar, Gloria Groove, Luísa Sonza, Alinne Rosa, Pepita, Lia Clark, Danny Bond e É o Tchan.

Os ingressos para a Micareta SP já estão à venda através do site oficial do evento. É possível comprar ingressos para os dias avulsos, como também um pacote contemplando os três dias de festa.

Escrito por Caian Nunes

Marvel não consegue impedir e roteiro de "Doutor Estranho 2" vaza inteiro

Definida data de estreia de “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” no Disney+

ARMYs flagram novas tatuagens de Jungkook e Jimin, do BTS

ARMYs flagram novas tatuagens de Jungkook e Jimin, do BTS