in

Lu Andrade do Rouge vai para final do “Dancing Brasil”

A cantora Lu Andrade, do grupo Rouge, é uma das quatro finalistas da 4ª temporada do programa “Dancing Brasil”, da Rede Record. Ela se classificou nesta semana, com uma coreografia de “Rock This Town” da banda The Stray Cats. Ela disputará o último episódio contra Allan Souza Lima, Amaral e Pérola Faria, podendo levar para casa o prêmio de R$ 500 mil.

Pelo Instagram, Lu comemorou a conquista de chegar à final: “depois de dois meses de esforço, dedicação, superação, noites de pouco sono, ansiedade, sinto meus músculos doerem, mas sinto meu corpo e alma mais fortes. Minha vida tem sido um dia de cada vez, o tempo passou rápido e eu me obriguei a me costumar com a pressão interna e externa, a não ter outra opção senão superar as dificuldades e seguir em frente. Eu não podia desistir! Eu vejo uma foto minha de algum tempo atrás no porta retrato da sala e enxergo uma mulher diferente. Como se eu tivesse envelhecido muitos anos, só que do lado de dentro. Nessas doze semanas, vivi algumas batalhas paralelas além da batalha por mais uma semana no programa. Achei que fosse pirar, que não fosse suportar! Recebi apoio das pessoas que amo e também dos meus fãs. Estamos fortalecendo laços! São nessas horas que você vê quem realmente torce por você e quem te quer bem. Ontem senti que tinham milhões de corações dançando com a gente! Fomos os primeiros finalistas do Dancing Brasil, com triplo 10 na semi final, dançando meu ritmo favorito, o Jive, que esperei o programa inteiro para dançar!”.

A artista disse em uma entrevista anterior que tem vivido para o programa e não tem mais vida pessoal. Os ensaios são diários para fazer bonito na apresentação ao vivo. “Durmo e acordo pensando em coreografias”. Apesar da pressão, ela adorou a experiência e pretende se matricular em aulas de alguma dança de salão quando terminar o programa.

Escrito por Leonardo Torres

Natiruts prepara lançamento do álbum “I Love” com participações de Gilberto Gil e Thiaguinho

Drag queen e artista trans transformam “End Game” da Taylor Swift em “Loka de Pinga”: ouça!