in ,

Lizzo, YUNGBLUD, Zélia Duncam e Omolu: artistas apresentam shows online por causa do coronavírus

A disseminação do coronavírus já levou a uma série de cancelamentos de turnês no mundo, além de shows e eventos aqui Brasil. Com as apresentações para o grande público cada vez mais escassas, os artistas começam a planejar transmissões ao vivo de suas apresentações ou performances, no lugar de shows.

Nos Estados Unidos, o YUNGBLUD, uma das atrações do Lollapalooza que foi adiado, em São Paulo, transmitirá o “THE YUNGBLUD SHOW”, um show de Los Angeles, ao vivo, em seu canal do YouTube. às 11h desta segunda-feira (16), pelo horário de Brasília.

Cantor de pop punk que viria ao Lolla vai fazer transmissão de show em Los Angeles em seu canal no YouTube (Foto: Divulgação)

O cantor anunciou o show e disse que “o mundo está em um momento muito estranho no momento. Todo mundo não sabe o que fazer ou para onde se virar. É como se estivéssemos presos em uma caixa de vidro ou acrílico enquanto alguém estava nos pregando uma peça. Meus shows estavam sendo cancelados, à esquerda, no centro. Sinto falta da energia, sinto falta da conexão, sinto falta dos meus fãs e família. Precisamos um do outro mais do que nunca agora e ter a oportunidade de interagir com eles tirados de mim totalmente não era uma opção para mim! Estamos realizando um concerto on-line segunda-feira às 7h PT – o primeiro show da minha vida, vejo você lá!!!”, publicou em suas redes sociais.

Cartaz do #YoMeQuedoEnCasa Festival que circula na internet

Na América Latina, uma das iniciativas surgiu na internet. O #YoMeQuedoEnCasaFestival, vai apresentar shows de vários artistas pelo Instagram Live a cada meia hora, durante todo o fim de semana. Cada artista a se apresentar transmitirá seu show por um telefone celular.

Ver essa foto no Instagram

 

A meditation and mantra to promote healing during this global crisis. Use at your own pace. Love you!

Uma publicação compartilhada por Lizzo (@lizzobeeating) em

Longe de apresentar um show, mas quem também encontrou um meio de estar mais perto do seu público através da internet foi a cantora Lizzo. Depois que sua performance no Houston Rodeo, agendada para sexta-feira, foi cancelada, devido a preocupações com o Covid-19, ela organizou um novo show no Instagram Live e liderou uma sessão de meia hora de meditação. Para a cantora, o medo não pode ser a “próxima pandemia” no mundo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Era nosso bis. #justiçaparamarielleeanderson

Uma publicação compartilhada por Zélia Duncan (@zeliaduncan) em

Por aqui no Brasil, quem usou a internet para transmitir seu show foi a cantora Zélia Duncan, que teve um show cancelado por causa do coronavírus. Enquanto passava o som, a cantora foi avisada do cancelamento e decidiu continuar. Com a casa vazia, Zélia se apresentou apenas com a sua banda e transmitiu alguns minutos em seu Instagram, que conta com mais de 330 mil seguidores.

Em suas redes sociais, Omolu convidou público para Live na Quarentena

Quem também decidiu investir nas Lives foi o Dj e produtor musical, Omolu. Na noite deste sábado (14), ele fez a primeira transmissão ao vivo, no que considerou um período de quarentena, depois de ter voltado de uma mini-turnê na Europa. Para este domingo (15), outra apresentação está sendo cogitada.

 

Ver essa foto no Instagram

 

desejando eu – @murilohuff e @henriqueejuliano ♥️

Uma publicação compartilhada por marilia mendonça (@mariliamendoncacantora) em

A cantora Marília Mendonça, que também teve show cancelado por causa do surto do coronavírus, não preparou um show, mas resolveu dar uma palhinha da música “Desejando Eu”, de Murilo Huff, na manhã deste domingo (15). Só na voz e no violão, Marília agradou e muito os fãs. Até o fim da tarde, o vídeo já somava quase um milhão de visualizações em seu Instagram.

Escrito por Victor Arris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marília Mendonça cancela show e cogita interromper turnê

Lady Gaga fala sobre coronavírus: “a coisa mais saudável é auto-quarentena”