banner com link para rádio globo
Live Nation nega que proíbe artista de divulgar que está com COVID
Foto: Okan Caliskan/Pixabay
in

Live Nation nega que proíbe artista de divulgar que está com COVID

A notícia veio à tona após Courtney Jaye usar o Twitter para compartilhar uma mensagem anônima de dentro da indústria musical

A Live Nation negou as alegações de ter uma ordem de proibição em vigor para evitar que os artistas revelem publicamente que seu teste foi positivo para COVID-19. A informação veio à tona após a artista Courtney Jaye usar seu perfil do Twitter para compartilhar uma mensagem de uma fonte anônima de dentro da indústria musical.

De acordo com informações divulgadas pelo portal NME, na captura de tela publicada pela cantora americana, o indivíduo em questão alegou que sua equipe “não tinha permissão” da Live Nation para anunciar que havia contraído a variante Delta do coronavírus.

A imagem diz: “Você pode deixar todos em seu círculo saber o que está acontecendo aqui?” a mensagem continuou. “Essa ordem de silêncio emitida pela Live Nation vai deixar muitas pessoas doentes. Ou pior.”

10 momentos inesquecíveis do Lolla Chicago, primeiro grande festival pós-isolamento

Jaye afirmou ter recebido outras “mensagens como essa de amigos” da indústria, acrescentando que isso a deixou “incrivelmente preocupada com todos os músicos e membros da equipe na estrada agora“. “Por favor, fiquem todos seguros. também – wtf @LiveNation?”, escreveu.

Respondendo ao tweet da artista, na qual a empresa de entretenimento foi marcada, um porta-voz da Live Nation negou as alegações: “Não há absolutamente nenhuma ordem secreta em nossos contratos”, disseram eles. “Nós nos preocupamos com nossos funcionários, equipe, fãs e artistas e continuaremos atendendo aos requisitos das autoridades de saúde locais conforme organizamos os eventos”.

Leia mais:

Ainda de acordo com a publicação do NME, alguns artistas foram forçados a desistir de shows agendados e aparições em festivais após o levantamento das regras do coronavírus em julho. Alfie Templeman , Fontaines DC e Arlo Parks cancelaram suas apresentações no Latitude do mês passado – o primeiro festival em grande escala realizado na Inglaterra pós-bloqueio – após testar positivo.

Vale destacar que, no início deste ano, foi revelado que a Live Nation havia reservado o dobro de shows ao vivo para 2022 do que em 2019. A notícia surgiu quando as restrições impostas pelo COVID começaram a diminuir, permitindo o retorno da música ao vivo e de eventos de grande escala.

Escrito por Rafa Ventura

eu sou rica

Rihanna é oficialmente uma bilionária

lançamentos

Camila Cabello se sente estranha em lançar músicas por causa da Covid-19