Connect with us

Oh My God!

Lea Michele fez atriz chorar em bastidores de musical

Elizabeth Aldrich era substituta de Lea Michele no espetáculo “Ragtime”, quando eram crianças, e também viveu história difícil com a atriz e cantora.

Published

on

Os escândalos envolvendo o comportamento de Lea Michele não param. Depois de acusações de bullying e racismo nos bastidores de séries de TV e de transfobia no banheiro do Emmy Awards, Lea Michele é acusada de mau comportamento também no teatro. A atriz Elizabeth Aldrich, que trabalhou como sua substituta no musical “Ragtime” na Broadway em 1998, diz que voltava para casa chorando por causa de Lea. Na época, Lea Michele tinha apenas 12 anos.

“Ela era absolutamente horrível comigo e com todo o grupo. Eu chorava todas as noites pelas coisas más e manipuladoras que ela fazia. Era aterrorizante”, diz Elizabeth.

Lea Michele fez atriz chorar em bastidores de musical

(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

A atriz conta que a má fama de Lea Michele é conhecida por todos nos bastidores. Ela tem amigos que trabalharam com Lea no musical “Despertar da Primavera” em 2006 e eles também têm histórias ruins com a protagonista. “Eles se sentem intimidados de vir a público. Os atores costumam ser silenciados, mas fico feliz que o abuso dela tenha sido revelado, para que ela olhe para si mesma e melhore seus modos”, escreveu no Twitter.

Lea Michele é criticada por muitos ex-colegas

A exposição de Lea Michele começou no início da semana, quando a atriz Samantha Marie Ware, a Lea de “Glee”, twittou: “você se lembra quando transformou minha primeira experiência na TV em um inferno?”. Ela disse que Lea dizia nos bastidores que, se tivesse oportunidade, “cagaria na peruca” de Samantha. Por conta disso, Samantha quase desistiu da carreira em Hollywood.

Lea Michele fez atriz chorar em bastidores de musical

(Foto: Divulgação)

Depois disso, Amber Riley (a Mercedes de “Glee”) e Alex Newell (a Unique) fizerem tweets que sugeriam sua concordância. Para completar, atrizes que trabalharam com Lea em outros trabalhos também vieram à tona – como Yvette Nicole Brown (de “Community”) e Jeanté Godlock (de “DayBreak”). Essa última disse que Lea se referia aos figurantes de “Glee” como “baratas”.

Abigail Breslin curtiu as críticas à Lea Michele nas redes sociais, dando a entender que concordava. Mais recentemente, Heather Morris (a Brittany de “Glee”) também se pronunciou e confirmou que Lea tratava os colegas de trabalho com desrespeito e que era desagradável trabalhar com ela.

Lea Michele pede desculpas por mau comportamento

Na terça (3/6), Lea Michele fez um post no Instagram, dizendo que não se lembra de ter dito as coisas que foram associadas a ela, mas que se desculpa por magoado tantos colegas. “O que importa é que eu claramente agi de forma que machucou outras pessoas. Tenha sido minha posição privilegiada e a perspectiva que me fizeram ser percebida como insensível ou inapropriada às vezes ou tenha sido apenas minha imaturidade e eu sendo desnecessariamente difícil, eu peço desculpas por meu comportamento e por qualquer dor que tenha causado”, escreveu.

HojeTemLive.com.br




Ranking