Lázaro Ramos dirige filme baseado em conto de Babi Dewet
(Foto: Instagram @babidewet)
in ,

Lázaro Ramos dirige filme baseado em conto de Babi Dewet

Livro “Um Ano Inesquecível” gerará franquia de filmes no Amazon Prime Video.

Lázaro Ramos foi o escolhido para dirigir “Um Ano Inesquecível – Outono”, filme musical do Amazon Prime Video, baseado no conto da escrito Babi Dewet. O anúncio foi feito nesta quarta (13/10). Pelo Instagram, Lázaro declarou: “acreditando muito na história e animado com cada dia de filmagem.”

O conto de Babi Dewet faz parte do livro “Um Conto Inesquecível”, que dará origem a quatro filmes no Amazon Prime Video. O livro reúne quatro contos – um para cada estação do ano – cada um escrito por uma autora diferente: Babi Dewet, Paula Pimenta, Bruna Vieira e Thalita Rebouças. O filme do conto de inverno, escrito por Paula Pimenta, já está gravado.

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Babi Dewet (@babidewet)

Leia mais:

Um Ano Inesquecível – Outono

Lázaro Ramos dirigirá os atores Gabz (de “Malhação” e “Me Sinto Bem Com Você”) e Lucas Leto (da novela “Bom Sucesso”), que ficaram com os papéis principais de Anna Júlia e João Paulo. Na história, eles formam um casal improvável. O roteiro foi adaptado por Keka Reis (de Bobolândia Monstrolândia”).

Lázaro Ramos dirige filme baseado em conto de Babi Dewet
Gabz e Lucas Leto: par romântico no filme (Foto: Divulgação / TV Globo)

Anna Júlia odeia música e tudo que mais quer é um estágio e estabilidade para ajudar o pai em casa. Ele é um jovem músico de rua que sonha em viver da sua arte. Mesmo assim, a paixão entre os dois acontece, e em um dos lugares mais simbólicos de São Paulo: a Avenida Paulista. A movimentada capital é o cenário ideal para a desafiadora jornada que ambos terão que enfrentar para ficar juntos.

A data de estreia do filme ainda não foi divulgada.

Escrito por Leonardo Torres

A Fazenda: “Público gosta de galera nova”, diz Erasmo ao criticar Solange

“Sou de todas as cores”, disse a ex-BBB Gyselle Soares após críticas à personagem negra