in

Lauren Jauregui fala sobre ativismo: “sinto como se a arte estivesse no centro da mudança”

Lauren Jauregui tem se destacado como a integrante do Fifth Harmony que mais usa sua voz pelas causas sociais. Ela luta pelas minorias e pela igualdade. Em entrevista à revista Complex, ela falou sobre esse lado da sua personalidade.

Ela contou como tudo isso aflorou: “Quando eu descobri que Donald Trump poderia ser o presidente dos Estados Undidos, eu fiquei assustada e senti que precisava prestar atenção. O que está acontecendo aqui? Eu tenho milhões de seguidores que se importam com o que eu falo, então eu deveria ter algo a dizer”, comentou.

Ela fala como se sente ao conectar os fãs de música pop ao meio político: “sinto como se a arte estivesse no centro da mudança desde o começo dos tempos. Se você se conectar com um artista, você se sente como um amigo. Isso é tão poderoso e pode mudar pensamentos”, refletiu.

Sobre como coloca toda essa inspiração em sua música, Lauren comenta que essa possibilidade surgiu mais recentemente, com o novo álbum de estúdio do Fifth Harmony. “Eu tive que desligar meu lado criativo porque nós não estávamos autorizadas a criar. […] Nesse novo álbum, nós conseguimos. Nós todas passamos por um momento de transformação onde nos conectamos com nós mesmas e realmente acordamos”, falou. “Temos uma música chamada ‘Bridges’ que reflete tudo o que está acontecendo no mundo, é uma menagem poderosa de positividade”, completa.

Ela ainda disse que fica feliz por todas as suas companheiras do Fifth Harmony a apoiarem: “Todas nós temos etnias diferentes. Eu sou uma cubana-americana, Ally é mexicana-americana, Normani é africana-americana e Dinah é polinésia. Nós temos tantas diferentes culturas em nossos sangues e ver que tantas pessoas se inspiram em nós, nos deixam motivadas. Eu realmente acho que fui presentada por Deus”.

O novo álbum do Fifth Harmony será lançado no dia 25 de agosto.

Escrito por Caian Nunes

Revista garante: Taylor Swift vai repaginar sua imagem com novas músicas

Mariah Carey: “Eu nunca tive um momento diva”