in

Lana Del Rey diz que está deixando de usar a bandeira americana por causa de Donald Trump

Na carreira de Lana Del Rey, a bandeira americana sempre foi muito presente. Uma das aparições mais marcantes do símbolo patriota foi no clipe de “Born To Die”, um dos seus primeiros sucessos. No entanto, ela revelou ao site Pitchfork que está abandonando esse elemento e tem um culpado por isso: Donald Trumpo, atual presidente dos Estados Unidos. “É muito desconfortável”, disse ela.

“Eu definitivamente mudei meu visual das turnês e clipes”, conta. “Eu não vou colocar a bandeira americana balançando enquanto canto ‘Born To Die’. Isso não acontecerá, prefiro não ter nada. É um período de transição, e estou super ciente disso. Penso que seria inadequado estar na França com uma bandeira americana. Me sentiria estranha agora – não me senti assim em 2013”, completou.

No seu novo álbum, ela lançará a faixa “When the World Was at War We Kept Dancing”, uma real crítica à situação política atual. “Fazer essa música parece mais apropriado do que na época de Barack Obama, quando pelo menos a gente se sentia seguro. Foi um bom tempo. As mulheres começaram a se sentir menos seguras sob esta administração instantaneamente. E se eles tirassem o planejamento familiar? E se não pudermos ter controle de natalidade? Agora, quando as pessoas me fazem essas perguntas, eu me sinto um pouco diferente… Você tem um líder com defeitos de personagem e afetam pessoas que já têm a propensão a ser violentas contra as mulheres”, desabafa.

O novo álbum da Lana Del Rey, “Lust For Life”, sai oficialmente no dia 21 de julho. A cantora contou várias novidades em entrevista exclusiva ao Portal POPline. CLIQUE AQUI para ler.

Escrito por Caian Nunes

Fã cobra lançamento de Christina Aguilera: “a criança está prestes a entrar na escola e ainda sem álbum”

Álbum “Unapologetic”, da Rihanna, conquista 1 bilhão de streams no Spotify