Connect with us

Lady Gaga

Lady Gaga dá a volta por cima e lidera as indicações do VMA 2020

Relembre o histórico da popstar na premiação da MTV.

Published

on

Antes mesmo de acontecer, já podemos dizer que o VMA 2020 é da Lady Gaga. Líder em indicações (9 ao todo), a popstar retoma o protagonismo de outrora e dá a volta por cima após anos de “esquecimento” da MTV. Terceira maior vencedora da premiação (13 prêmios, ao lado de Peter Gabriel), tem condições de ultrapassar Madonna, vice-campeã com 20 vitórias (a campeã é Beyoncé, com 26 troféus).

Foto: Divulgação

Independente de números de troféus, é inegável a relevância de Lady Gaga na história dos VMAs. Desde a primeira participação em 2009, o que se viu foi total entrega nas performances de palco, figurinos icônicos e até mesmo a premiére de um de seus maiores sucessos.

Por isso, o POPline resgata todas as participações de Lady Gaga nos VMAs:

2009

Logo em seu primeiro VMAs, Gaga foi a artista mais indicada (ao lado de Beyoncé) com 9 nomeações. Apesar de não ter levado os principais prêmios, saiu com 3 astronautas de prata e, de cara, entregou uma performance i-cô-ni-ca de “Paparazzi” que está entre as mais memoráveis dos 36 anos da premiação.

Ganhou:
Artista Novo
Efeitos Especiais – “Paparazzi”
Direção de Arte – “Paparazzi”

Perdeu:
Vídeo do Ano – “Poker Face”
Vídeo Feminino – “Poker Face”
Vídeo Pop – “Poker Face”
Direção – “Paparazzi” (Jonas Akerlünd)
Edição – “Paparazzi”
Cinematografia – “Paparazzi”

2010

No ano seguinte, Gaga bateu o recorde de indicações em uma única edição: 13 no total. Foi a histórica edição das trocas de roupa e do famoso “vestido de carne” usado pela cantora para receber o prêmio de Vídeo do Ano das mãos de Cher. De quebra, cantou um trecho da então inédita “Born This Way”. Apesar de não ter feito uma apresentação ao vivo, saiu da premiação com 8 astronautas de prata – recorde entre artistas femininas.

Ganhou:
Vídeo do Ano – “Bad Romance”
Vídeo Feminino – “Bad Romance”
Vídeo Pop – “Bad Romance”
Vídeo Dance – “Bad Romance”
Colaboração – “Telephone (w/ Beyoncé)”
Direção – “Bad Romance” (Francis Lawrence)
Coreografia – “Bad Romance”
Edição – “Bad Romance”

Perdeu:
Vídeo do Ano – “Telephone (w/ Beyoncé)”
Coreografia – “Telephone (w/ Beyoncé)”
Efeitos Especiais – “Bad Romance”
Cinematografia – “Bad Romance”

2011

Gaga estava no “topo do mundo” e coube à ela abrir a premiação. Quer dizer, Jo Calderone. Caracterizado como um homem, o personagem surgiu discursando em uma espécie de monólogo sobre Gaga. Em seguida, dirigiu-se ao piano para mais uma performance inesquecível – desta vez de “Yoü And I”, ao lado do guitarrista do Queen, Brian May. A apresentação arrancou aplausos esfuziantes até mesmo de ícones do rock como Dave Grohl.

Ganhou:
Vídeo Feminino – “Born This Way”
Vídeo com Mensagem – “Born This Way”

Perdeu:
Coreografia – “Judas”
Direção de Arte – “Judas”

2013

Sem indicações desta vez, Gaga aproveitou para apresentar pela primeira vez ao vivo o single “Applause”, carro-chefe do álbum ARTPOP. A performance começava com uma roupa branca que lembrava uma freira e, aos poucos, ia apresentando visuais da carreira durante a apresentação. No fim, a cantora surge como uma espécie de Deusa Vênus, uma das referências do projeto.

2019

Depois de alguns anos ignorada pela organização do VMAs, Gaga foi indicada a duas categorias pelo megahit “Shallow”. E só!

Perdeu:
Canção do Ano – “Shallow (w/ Bradley Cooper)”
Colaboração – “Shallow (w/ Bradley Cooper)”

Mídia aclama “Rain On Me”, parceria de Lady Gaga e Ariana Grande

As primeiras críticas acerca de “Rain On Me”, parceria entre Gaga e Ariana foram bastante positivas! A música e o clipe foram sendo aclamados na imprensa internacional – o que foi ótimo para a popstar, que preparava o terreno para o lançamento do álbum “Chromatica” no fim de maio.

Embora seja decepcionante que algo tão pronto para a boate não possa viver seu destino tão cedo, ‘Rain on Me’ é, ao contrário, um triunfo teatral e reabastecedor”, escreveu o site britânico The Independent, que deu quatro estrelas para a música (de cinco possíveis).

O conglomerado de rádios iHeartRadio, dos Estados Unidos, disse que “Rain On Me” é uma “tempestade de talento”. A Billboard americana também elogiou, referindo-se ao single como uma “colaboração de alto nível”.

Na noite desta quinta-feira (30) a cantora foi ao Instagram agradecer as indicações:

Sou muito grata e abençoada por ter nove indicações ao #VMA este ano para o meu álbum Chromatica, para Rain On Me e outras performances que já fiz. Este é um momento tão difícil para pessoas de todo o mundo, e eu realmente honro a sorte que tenho por ter um dia como hoje. Espero que todos se celebrem neste momento, todos devem ser nomeados para um prêmio agora. Pela bravura, pela coragem, pelo forte espírito humano. Deus te abençoe e eu te amo, obrigado por esse presente hoje“, escreveu.

Veja as 9 indicações de Lady Gaga no VMA 2020:

Vídeo do Ano – “Rain On Me (w/ Ariana Grande)”
Canção do Ano – “Rain On Me (w/ Ariana Grande)”
Colaboração – “Rain On Me (w/ Ariana Grande)”
Vídeo Pop – “Rain On Me (w/ Ariana Grande)”
Cinematografia – “Rain On Me (w/ Ariana Grande)”
Efeitos Visuais – “Rain On Me (w/ Ariana Grande)”
Coreografia – “Rain On Me (w/ Ariana Grande)”
Performance na Quarentena – “Smile (from One World: Together At Home)”
Artista do Ano

HojeTemLive.com.br




Ranking