La Casa de Papel: relembre 6 músicas que marcaram a série (Foto: Reprodução)
in ,

La Casa de Papel: 6 vezes que a trilha sonora da série roubou a cena

A música também é um elemento muito importante para a série da Netflix

Enquanto a 5ª temporada de “La Casa de Papel” não estreia na Netflix, o POPline relembra alguns momentos marcantes da produção. No entanto, esta missão seria impossível sem uma boa trilha sonora, né? E justamente por isso listamos seis ocasiões em que as músicas roubaram a cena na série. E aí, será que você se lembra de todas?

La Casa de Papel: relembre as músicas que marcaram a série (Foto: Reprodução)

*** Atenção: esta lista contém spoiler!

1 – “My Life Is Going On”

A cantora espanhola Cecilia Krull é a responsável por dar voz ao tema de “La Casa de Papel“. Ou seja, qualquer fã que já tenha maratonado a série lembra da música de abertura. E apesar de tocar o tempo inteiro, a faixa ganhou um destaque diferente na 3ª temporada. Um pouco mais “rock”, a música marca o reencontro do grupo na terceira parte da trama.

Leia mais:

2 – “Bella Ciao”

Impossível não incluir esse verdadeiro hit na lista, né? Apesar de “Bella Ciao“, no passado, ter se tornado um hino de resistência contra o regime fascista de Mussolini na Itália, aqui no Brasil a cantiga virou até funk. A origem da sua canção é um mistério, mas não há dúvidas do quanto é importante para a história do país.

Em “La Casa de Papel”, o Professor (Álvaro Morte) é o responsável por ensinar a música ao grupo de assaltantes. De acordo com a trama, o avô do personagem teria lutado contra o regime de Mussolini e por isso a conexão com a música. Além disso, se procurarmos a tradição, veremos “Bella Ciao” até combina com alguns ideais do líder da quadrilha.

3 – “Boom”

Apesar de serem duas personagens muito queridas pelo público de “La Casa de Papel”, Nairóbi (Alba Flores) e Tóquio (Úrsula Corberó) não se deram muito bem logo de cara. Mas, após uma conversa bem franca onde esclareceram todas as suas desavenças, a amizade foi inevitável!

A música que marca o início dessa parceria é “Boom“, do músico Ofi La Melodía. A canção é bem animada e tudo fica ainda mais empolgante com as personagens dançando todas e tomando várias doses de tequila.

> LEIA MAIS: La Casa de Papel: 5ª temporada ganha data de estreia

4 – “Feeling Good”

Uma música pode mudar todo o clima de uma cena e é isso que o cover de “Feeling Good“, da banda Muse, faz no momento em que o grupo de assaltantes consegue entrar no Banco Central da Espanha. Em outros casos, a cena seria apenas mais um momento de ação. Porém, em “La Casa de Papel”, a canção de Nina Simone dá outro tom para o instante em que a invasão acontece.

5 – “Sinfonia n.º 9”

Se enganou quem pensava que não encontraria uma música mais “erudita” nesta lista. Afinal, a “Sinfonia n.º 9” é parte fundamental do plano. Quer dizer, não fazia parte do planejamento da gangue, mas foi fundamental para dar classe ao assalto. É ao som de Beethoven que Nairóbi toma a liderança no processo de impressão de milhões de euros. A música faz com que este momento seja épico. Inesquecível, né?

6 – “Ti amo”

Berlim (Pedro Alonso) soltou a voz na quarta temporada de “La Casa de Papel“. O personagem se casa com Tatiana (Diana Gómez) e decide prestar uma homenagem para a amada. O trambiqueiro resolve cantar “Ti Amo“, lançada em 1997 pelo cantor italiano Umberto Tozzi. Mesmo não tendo a voz mais bonita do mundo, Berlim é bem querido por boa parte do público e a cena – que na verdade é um flashback – serve para matar a saudade do personagem.

E você? Lembra de mais algum momento musical marcante em “La Casa de Papel“? Confira essa super playlist com várias canções que apareceram nas quatro primeiras temporadas:

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Victor Viana

mais que amigas

Lorde diz que Taylor Swift a deixou maravilhada

Turnê do RBD gera onda de boatos em busca por audiência

Turnê do RBD gera onda de boatos em busca por audiência