La Casa de Papel: quem morre no final da série?
(Foto: Divulgação)
in ,

La Casa de Papel: quem morre no final da série?

Últimos episódios foram liberados pela Netflix nesta sexta (3/12).

Depois da morte de Tóquio (Úrsula Corberó) na primeira parte da 5ª temporada de “La Casa de Papel”, algo era senso comum entre os espectadores: qualquer um poderia sair morto na etapa final. Os últimos episódios estrearam na Netflix nesta sexta (3/12) e colocaram fim no mistério.

Alerta de spoilers!

Dilsinho lista suas quatro séries favoritas
(Foto: Divulgação / Netflix)

Todos morrem. Só que não. O bando inteiro liderado pelo Professor (Álvaro Morte) é dado como morto pela polícia. Seus corpos são retirados em sacos e a polícia declara vitória na missão. Mas…

A verdade é que estão todos vivos. Eles ganham novos passaportes e vão viver em Portugal com nomes novos. A gangue acaba tendo seu final feliz.

Leia mais:

La Casa de Papel: Tóquio reaparecerá na Parte 2
(Foto: Divulgação)

Pedro Alonso, o Berlim, diz o que esperar do final de La Casa de Papel

Os episódios finais de “La Casa de Papel” chegam à Netflix na sexta (3/12) e a expectativa dos fãs é alta. Em entrevista promocional enviada ao POPline, o ator Pedro Alonso, que faz o Berlim, contou que o final da temporada amarrará toda a história e explicará tudo que aconteceu nas temporadas anteriores também.

“O Armagedon! O Armagedon! A batalha final. Sim, a batalha das batalhas. Digo isso pela parte da ação, em termos de gênero, mas também pela parte do coração, acredito. Acho que existe aí uma linha que dá sentido à saga toda, a todas as temporadas. Tudo se alinha. Se tem sentido, e eu confio que tem, acho que há algo muito emocionante e muito, muito poderoso visualmente”, conta o ator.

Pedro Alonso, o Berlim, diz o que esperar do final de La Casa de Papel
(Foto: Netflix)

Para Berlim, especificamente, o final da saga será bastante importante. Segundo Pedro Alonso, o público finalmente entenderá as motivações e justificativas para a natureza do personagem. “Creio que vocês vão entender por que sua natureza tem essa particularidade tão perigosa e esse paradoxo, né? Porque Berlim às vezes parece um controlador, e depois é um vulcão interno em erupção”, comenta.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por POPline 🎧 (@portalpopline)

Escrito por Leonardo Torres

Olivia Rodrigo - SOUR atinge 4 bilhões de streams e bate recorde

Olivia Rodrigo encabeça lista de melhores álbuns do ano da Rolling Stone

Dayane detona Sthe e Dynho: “Não me comportaria desta maneira”