(Foto: Quem)
in ,

K-Pop: CL define seu 1º álbum solo “ALPHA” como um ‘renascimento’

“Eu sou uma artista independente agora, com minha própria equipe, e lançar meu primeiro álbum foi como uma declaração”

Nesta quinta-feira (25) foi ao ar uma entrevista bombástica da rapper sul-coreana CL, conhecida também por ter integrado o girlgroup 2NE1 entre 2009 e 2017. A artista tem 30 anos de idade e falou sobre primeiro álbum solo chamado “ALPHA“, lançado há pouco mais de um mês pela sua label, a Very Cherry.

(Foto: Quem)

CL estampou sua primeira capa no Brasil e concedeu uma entrevista à revista Quem. A rapper contou que sente orgulho de sua história no 2NE1. Ela dividiu o palco durante anos com Dara, Bom e Minzy e juntas ganharam fama mundial pela música “I Am The Best“.

“Para mim, era difícil conseguir ver [o impacto do 2NE1 na história do K-Pop] quando estava ali [no grupo]. Mas olhando para trás, eu enxergo como nós éramos [diferentes], aquelas que usavam tênis no palco e que se vestiam de modo diferente do que era o padrão dos ídolos de K-Pop naquela época. Eu tenho orgulho disso”, afirmou CL.

Já como solista, CL assumiu sua liberdade artística com a criação da label Very Cherry em 2019. Ela ultrapassou as fronteiras da Coreia do Sul, focou nos Estados Unidos e enriqueceu seu currículo ao trabalhar com vários artistas, como Diplo, Skrillex, Black Eyed Peas, G-Dragon, Epik High, entre outros.

“Eu acredito que 2020, quando saí do sistema do K-Pop e finalmente pude compartilhar minhas histórias com meus fãs, foi o início de tudo. É por isso que chamo de renascimento. Porque agora eu tenho minha liberdade criativa [para fazer tudo isso]. Eu sou uma artista independente agora, com minha própria equipe, e lançar meu primeiro álbum foi como uma declaração [desse novo início]”.

Lançar o álbum “ALPHA” foi um processo longo e, de acordo com CL, “doloroso”. Ela reforça que “nunca quis desapontar fãs por ter que adiar o lançamento“, mas precisou de tempo para lidar com o disband do 2NE1, altos e baixos da carreira e falecimento da mãe.

“Eu nunca quis desapontar meus fãs por ter que adiar o lançamento do álbum e decepcioná-los é difícil. Mas eu preciso confiar na minha intuição de não acelerar [nada] por ninguém. A melhor parte é esse sentimento de que tomei o tempo que precisava e que finalmente posso dividir o ‘ALPHA’ com eles. O disco é sobre escolher o amor em vez do medo, foquei nisso e mostrei camadas de mim que os fãs nunca tinham visto antes“.

ALPHA” conta com 11 faixas — “SPICY“, “Lover Like Me“, “Chuck“, “Xai“, “Tie a Cherry“, “Paradise“, “My Way“, “Siren“, “HAW” e “5 STAR” — incluindo a faixa-título “Let It” que ganhou MV.

Assista:

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Maite Perroni deseja "o melhor" para Rebelde da Netflix

Maite Perroni deseja “o melhor” para Rebelde da Netflix

Anitta vence processo após acusação de plágio em “Show das Poderosas”

Anitta vence processo após acusação de plágio em “Show das Poderosas”