Kate Bush e mais: Artistas que saíram e retornaram ao Top 10 da Hot 100
(Foto: YouTube)
in ,

Kate Bush e mais artistas que saíram e retornaram ao Top 10 da Hot 100

Nos 63 anos de história da parada, apenas oito músicas retornaram diretamente ao Top 10

O efeito “Stranger Things” é muito real. E Kate Bush tornou-se conhecida pela nova geração! A música “Running Up That Hill (A Deal With God)” ganhou destaque na quarta temporada da série da Netflix. A canção, lançada originalmente em 1985, retornou à parada Hot 100 da Billboard direto na 8ª posição desta semana. Definitivamente é sucesso entre o público atual.

Kate Bush e mais: Artistas que saíram e retornaram ao Top 10 da Hot 100
(Foto: Netflix)

Leia mais:

Há 37 anos, o single alcançou a modesta 30ª posição. De acordo com a cantora, a canção ganhou um “sopro de vida” graças aos fãs jovens da produção da Netflix. “Por causa disso, ‘Running Up That Hill’ está nas paradas em todo o mundo e chegou ao número 8 das paradas. É tudo muito emocionante! Muito obrigada a todos que apoiaram a música. Espero com a respiração presa pelo resto da série em julho”, escreveu Kate Bush.

“Obrigado a todos que estão apoiando a canção”, agradeceu a cantora britânica, que prefere viver reclusa e longe dos holofotes.

O renascimento da faixa é, sem dúvidas, atribuído ao seu peso na narrativa de “Stranger Things“, que estreou no dia 27 de maio. Mas ainda assim, o quão raro é para uma canção reentrar na Hot 100? De acordo com a Billboard, “bastante raro”. Nos 63 anos de história da tabela, “Running Up That Hill” é apenas a oitava canção a retornar diretamente ao Top 10.

Afinal, se tratando de músicas mais antigas, é bem difícil reentrar na parada e competir com hits atuais. Claro que alguns casos específicos conseguem se sustentar mesmo depois de tanto tempo, como “All I Want For Christmas Is You” de Mariah Carey. Mesmo lançada em 1994, ela segue batendo carteirinha no Top 10 quando chega o Natal. Porém, nem todo mundo tem essa sorte!

A seguir, confira os artistas que também retornaram direto ao Top 10 da Billboard Hot 100:

LL Cool J feat. Jennifer Lopez, “Control Myself”

“Control Myself” foi lançada em fevereiro de 2006 e passou três semanas na Hot 100, sem alcançar o Top 10, até que LL Cool J a colocou entre as faixas do álbum “Todd Smith”. No dia 29 de abril daquele ano ela retornou à parada e alcançou a 4ª posição. Dessa forma, o rapper e Jennifer Lopez foram os primeiros a ‘reentrar’ a Hot 100 entre as 10 melhores na época.

The Chicks, “Not Ready to Make Nice” 

O trio The Chicks (antes conhecido como Dixie Chicks) se afastou dos holofotes por três anos antes do lançamento de “Not Ready to Make Nice”. A música chegou ao nº 23 em maio de 2006, em grande parte das vendas por download. Após sair da Hot 100, o trio performou no 49º Grammy Awards e ganhou dois dos maiores prêmios da noite: Gravação do Ano e Canção do Ano. Isso fez a canção voltar à parada na 4ª posição.

Whitney Houston, “I Will Always Love You”

O icônico cover que Whitney Houston fez de “I Will Always Love You”, originalmente cantada por Dolly Parton, passou 14 semanas no número 1 do Hot 100, entre 1992 e 1993. A cantora morreu em 2012 por afogamento acidental e a música voltou para o Top 10 em fevereiro na 7ª posição. Na semana seguinte, o clássico subiria ainda mais e pegaria o 3ª lugar, antes de cair para 30º.

Florida Georgia Line feat. Nelly, “Cruise”

“Cruise” virou um sucesso para o Florida Georgia Line antes do remix com Nelly. A gravação original alcançou o nº 16 no Hot 100 em dezembro de 2012. Dois meses depois, o remix saiu e a música reentrou no Hot 100 em #8. Depois, em julho, foi para 4ª posição.

Lady Gaga, “Million Reasons”

Million Reasons” havia alcançado apenas a 52ª colocação na parada. Foi uma modesta colocação para Lady Gaga.  Mas bastou uma baita apresentação no Super Bowl de 2016 para a canção grudar na cabeça das pessoas e fazê-la retornar direto na 4ª posição.

Leia mais:

Juice WRLD, “Lucid Dreams”

A única música de Juice WRLD que alcançou proporções mundiais foi “Lucid Dreams”. Ela reentrou na Hot 100 em 8º lugar após a morte do rapper por overdose no fim de 2019. Originalmente, a canção – que conta com o sample de “Shape of My Heart” (1993) de Sting – chegou ao 2º lugar em outubro de 2018 após seu lançamento.

The Weeknd, “Blinding Lights”

The Weeknd passou quatro semanas no topo da Hot 100 com “Blinding Lights” e quebrou diversos recordes (música que ficou mais tempo no Top 10 e mais tempo nos charts). Só que em janeiro de 2021 ela voltou na 3ª posição, conseguindo assim a reentrada mais alta da história da Billboard.

Curtiu esta matéria? Leia mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Juliette divulga performance acústica de “Solar”, seu novo single

Lil Nas X acusa BET Awards de ignorar “Industry Baby” e diz que só Jack Harlow foi nomeado