(Foto: TV Globo)
in ,

Karol Conká, Nego Di, Viih Tube e mais rejeitados da história do BBB

Não foi só na 21ª edição que índices de rejeição surpreenderam… Confira a lista:

Sair de um reality show e descobrir que o Brasil nutre sentimentos pouco nobres sobre você deve ser amedrontador. Foi o que aconteceu com Viih Tube e Nego Di, que deixaram o “BBB21” com 96,69% e 98,76% dos votos respectivamente. Mas o reinado de ambos durou pouco tempo… Isso porque Karol Conká tomou a coroa e saiu do jogo com impressionantes 99,17%. Mas você sabia que na história do reality show outros participantes também levaram a fama de rejeitados? A lista é grande, vem conferir:

Leia mais:

Fani, “BBB7” (89%)

(Foto: TV Globo)

Quem começa é Fani, do “BBB7”. Em uma disputa contra Diego Alemão (vencedor da edição), com quem viveu um triângulo amoroso junto de Íris Stefanelli, ela foi eliminada com 89% dos votos.

Ana Paula, “BBB18” (89,95%)

(Foto: TV Globo)

Na sequência temos Ana Paula com 89,95% dos votos. Ela disputou a permanência no “BBB18” com Ayrton e Ana Clara Lima, mas acabou levando a pior.

Airton Cabral, “BBB7” (91%)

(Foto: TV Globo)

E, voltando para o “BBB7”, Airton recebeu 91% dos votos contra Diego Alemão. Ele, vale lembrar, já tinha sido eliminado uma vez, mas voltou ao confinamento por preferência do público. Só que, ao enfrentar Alemão, acabou perdendo sua segunda chance no reality show.

Rafael Leandro, “BBB12” (92%)

(Foto: TV Globo)

No “BBB12”, em um paredão duplo contra o lutador Yuri Fernandes, o brother Rafael Leandro surpreendeu com 92% dos votos. Isso porque ele foi considerado um dos maiores jogadores daquele ano.

Rogério Padovan, “BBB5” (92%)

(Foto: TV Globo)

E quem também está no ranking com 92% dos votos é Rogério Padovan, do “BBB5”. Conhecido como um dos maiores “vilões” da história do programa, doutor Gê enfrentou um paredão contra Sammy, que no fim ficou em terceiro lugar naquele ano.

LEIA MAIS: Relembre paredões históricos do BBB!

Nayara de Deus, “BBB18” (92,69%)

(Foto: TV Globo)

Outro índice chamativo na edição de 2018 foi para Nayara de Deus, que se destacou ao levar 92,69% dos votos após disputar a berlinda contra Mahmoud e Gleici Damasceno!

Felipe Cobra, “BBB7” (93%)

(Foto: TV Globo)

Felipe Cobra, por sua vez, também chamou a atenção no “BBB7” ao receber 93% dos votos do público! Ele foi indicado por (adivinha?) Diego Alemão e perdeu a disputa contra Alberto Cowboy!

Patrícia Leitte, “BBB18″(94,24%)

(Foto: TV Globo)

Depois temos Patrícia Leitte, que deu o que falar no “BBB18”. A ex-sister era recordista de rejeição em um paredão triplo até 2020, ao sair com 94,24% contra Diego, que teve 3,3%, e Caruso, com 2,44%. Para quem não lembra, ela marcou o programa por viver um romance com Kaysar Dadour e protagonizar muitas polêmicas!

Aline Cristina, “BBB5” (95%)

(Foto: TV Globo)

Aline Cristina, participante do “BBB5”, foi considerada como uma grande maria fifi daquela edição e, ao ir para o paredão com Grazi Massafera, foi eliminada com 95% dos votos!

Viih Tube, “BBB21” (96,69%)

(Foto: TV Globo)

Viih Tube talvez tenha sido a melhor jogadora dentro do “BBB21!… Mas quando o jogo interno é muito bom, o externo fica prejudicado. Ao contornar situações que poderiam lhe prejudicar, montou uma árvore genealógica que virou piada aqui fora. Os “primeiros abraços” em cada líder também foram notados. O sentimento por cada brother mudava de acordo com suas necessidades e o público percebeu. A youtuber saiu com 96,69% e agora está no Top 3 dos mais rejeitados pelo público. Gilberto e Fiuk tiveram apenas 0,71% e 2,61% dos votos.

Nego Di, “BBB21” (98,76%)

(Foto: TV Globo)

A reprovação do brother começou logo no início do “BBB21”, depois dele protagonizar desavenças com Lucas Penteado e, de quebra, proferir falas machistas. Rapidamente, foi considerado como um dos “vilões” desta edição e, ao disputar o paredão contra Sarah e Fiuk, foi eliminado com 98,76% dos votos.

Karol Conká, “BBB21” (99,17%)

(Foto: TV Globo)

O título de “participante com maior índice de rejeição da história do BBB” passa a ser de Karol Conká, que por vezes assumiu o papel de “vilã” desta edição. As brigas com Lucas Penteado e Carla Diaz passaram do ponto e a Mamacita caiu em desgraça com o público. Em um paredão com Gilberto e Arthur, a rapper curitibana alcançou impressionantes 99,17% de índice. A altíssima taxa de rejeição fez com que a Globo preparasse um esquema diferente para a saída da sister, incluindo troca de hotel e acompanhamento psicológico.

“BBB22” estreia no dia 17 de janeiro

O “BBB22” estreia no dia 17 de janeiro com muitas novidades! A gente sabe que Tadeu Schmidt assume o cargo de apresentador, Dani Calabresa substitui Rafael Portugal no “CAT BBB”, Paulo Vieira estreia o quadro “Big Terapia” e Ana Clara e Bruno de Luca vão comandar o “BBB – A Eliminação”, no Multishow.

Além disso, a casa mais vigiada do Brasil promete mudanças! Com uma estética traços das décadas de 1970, 80 e 90muitas cores, neons espalhados e muito xadrez — a decoração garante uma “viagem afetiva afetiva de um estilo que marcou época”. Especula-se também a chegada de um segundo andar

A lista dos participantes, por sua vez, não foi revelada ainda… Mas Boninho não para de dar dicas. Fique de olho no POPline para não perder nadinha, faremos uma cobertura completa do reality show e você não vai querer perder!

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Dez anos do meme: O que aconteceu com a ‘Luiza do Canadá’?

Brtiney Spears faz post enigmático em possível resposta à irmã