in ,

Justin Bieber afirma que estava tendo um dia ruim, mas foi salvo por Jesus

Dias depois re realizar um batizado com a esposa, Hailey, seguindo os princípios da igreja evangélica, Justin Bieber volta a tocar no tema religiosidade. Não é segredo que o cantor se converteu, deixando, assim, um passado de vício em drogas e depressão para trás.

Justin Bieber é religioso
Foto: Reprodução Instagram @JustinBieber

Pelas redes sociais, Justin Bieber admitiu que não estava se sentindo muito bem neste sábado (08), mas uma caminhada fez com que tudo melhorasse. O motivo? O poder de Deus e Jesus Cristo!

Acordei esta manhã me sentindo pesado, mas ao fazer uma caminhada matinal para refletir sobre minha vida, me lembro do amor de Deus por mim. Enquanto caminho em sua direção, ele me segura cada vez mais forte. Ele me lembra de como ele me ama. Me lembra que me chama pelo nome. Lembra que não importa o quão sozinho, assustado ou indigno eu sinta que sou dele, ele está orgulhoso de mim. Jesus, você nunca me falhou. Eu estou seguindo com você na frente“, escreveu.

Veja a publicação

Justin Bieber desabafa sobre drogas

Em fevereiro deste ano, o popstar falou sobre sua entrada para o mundo das drogas com a maconha – legalizada em alguns estados norte-americanos.

A primeira vez que fumei maconha foi no meu quintal aqui. Eu fiquei muito doido, e percebi que eu gostava muito de maconha. Foi quando o meu desejo de fumar maconha começou, e então eu comecei a fumar maconha por algum tempo. Comecei a ficar muito dependente dela, e foi quando percebi que eu deveria parar. Não acho que é ruim. Apenas acho que para mim pode ser uma dependência. Mas, sim, a primeira vez que fumei maconha, eu tinha… Não recomendo isso, mas eu tinha 13 anos. 12 ou 13″, disse o cantor.

Em seguida, Justin Bieber confirma várias notícias de anos atrás, que afirmavam que ele usava lean – uma droga anestésica. Ele também conta que usava ecstasy, cogumelos e “tudo mais”. “Isso tudo era uma fuga para mim. Eu era jovem, como todo mundo na indústria e as pessoas que experimentam e usam, sabe, apenas coisas normais que acontecem quando você cresce”, opinou o cantor.

Eu decidi parar porque eu estava morrendo. Meus seguranças e equipe ficavam indo no meu quarto de noite para checarem meu pulso. As pessoas não sabem o quão sério ficou. Eu acordava de manhã e a primeira coisa que fazia era tomar uns comprimidos e fumar um baseado para começar meu dia. Eu basicamente disse para mim mesmo: ‘Deus se você for real, você me ajuda a passar por isso e parar com os remédios e outras coisas, e se você fizer, eu faço o resto do caminho’”, completou. Certamente, ele encontrou o caminho certo, conforme foi relatado por ele próprio.

Escrito por Caian Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top 10: Confira quais foram as cantoras que receberam mais streams em julho

Anitta encontra com Fred De Palma na Itália e confirma primeira performance ao vivo de “Paloma”