in

#JusticeForGlitter: álbum de 2001 de Mariah Carey alcança Top 10 do iTunes em diversos países

Prestes a lançar o álbum “Caution”, Mariah Carey assiste a uma movimentação inédita de seus fãs: o #JusticeForGlitter. Seguidores da cantora em todo o mundo se organizaram para comprar em massa o álbum “Glitter”, de 2001, nesta quarta (14/11). O disco está no Top 10 da loja digital iTunes em pelo menos oito países, incluindo o Brasil (4º lugar) e os Estados Unidos (8º lugar). O álbum aparece no topo do ranking de vendas nas Filipinas, na Tailândia e no Vietnã. No Brasil, é vendido por R$ 27,90.

“Glitter” é a trilha sonora do filme de mesmo nome estrelado por Mariah Carey. Tanto o filme quanto o disco receberam muitas críticas negativas e fracassaram comercialmente, o que levou a Virgin Records a cancelar um contrato de US$ 100 milhões para que Mariah Carey lançasse cinco álbuns. Foi o disco de pior desempenho da popstar até então, estreando em 7º lugar na Billboard 200 e ficando de fora do Top 10 em muitos países. Em entrevista posterior, Mariah atrelou o fracasso do projeto à estreia do filme em 21 de setembro de 2001, dez dias depois do atentado terrorista que derrubou o World Trade Center. O mundo estava em pânico, sobretudo os americanos, e as atenções certamente não se virariam para um filme com o título de “Glitter”.

O single “Loverboy”, porém, não foi de todo mal. Ele conseguiu alcançar o 2º lugar na Billboard Hot 100 e vendeu mais de meio milhão de cópias somente em 2001.Recebeu certificado de ouro no país. No resto do mundo, no entanto, “não aconteceu”.

Escrito por Leonardo Torres

Carnaval na Cidade: Conheça o festival que vai rolar durante a folia em São Paulo com shows de Anitta, Alok, Matheus e Kauan e muito mais!

Grupo BLACKPINK anuncia lançamento do seu primeiro álbum em japonês