Foto: reprodução/GLOBOPLAY
in ,

Juliette reencontra Gil do Vigor, Lumena e Lucas Penteado

Nesta terça-feira (6), o Globoplay liberou o segundo episódio da série documental “Você Nunca Esteve Sozinha – o doc de Juliette“. Recheado de depoimentos emocionantes, a campeã do BBB 21 falou sobre a perda de sua irmã e outros momentos difíceis que antecederam a sua entrada na casa mais vigiada do Brasil.

Um momento do episódio que chamou a atenção dos fãs do reality mostrou o que o próximo capítulo reserva. Juliette reencontrou alguns de seus companheiros de confinamento, entre ele, Lumena, Gil do Vigor e Lucas Penteado, conforme mostrado no teaser. Além disso, a maquiadora conheceu Duda Beat e Elba Ramalho, cantora que interpretou despretensiosamente enquanto esteve no programa.

“Durante todo tempo que eu estava na casa, eu olhava pra você e via meu irmão”, disse a advogada a Lucas Penteado. Uma cena mostra a advogada paraibana chorando ao abraçar Lumena, uma de suas grandes desavenças no reality. “Obrigada por não desistir de mim”, disse a psicóloga baiana.

Foto: reprodução/Globoplay

O segundo episódio

Dessa vez, os primeiros minutos foram bem triste, contando da morte da irmã, Julienne, que era como uma “filha” para ela, de tão ligadas que eram. Ela teve um AVC hemorrágico e morreu aos 17 anos.

triste, dramático, tocante, você vai chorar
Foto: Reprodução Globoplay

A Juliette se enterrou junto com Julienne, isso eu falo com prioridade porque eu vi“, disse uma amiga próxima.

Com a morte da irmã, Juliette perdeu a vontade de viver. Sem sair do quarto, entrou em um estado depressivo. “Eu perdi minha fé, eu perdi tudo“, disse ela.

Quem ficou desesperada foi Dona Fátima, mãe da cantora, que foi o motivo para que Juliette se erguesse novamente. Às lágrimas, ela lembrou: “A minha mãe, coitada, ela ficava desesperada. Todos os dias ela ia chorar na minha cama pedindo para eu não fazer isso, porque ela não ia aguentar perder duas filhas. E eu não tinha escolha, eu ia matar minha mãe também, eu não podia fazer isso com ela“, relatou.

Aí eu engoli, no seco, e disse: ‘então tá bom, eu vou viver. Eu não vou fazer isso com a senhora’. A minha mãe se ajoelhou nos meus pés e disse: ‘por favor, não faça isso, eu só tenho você, não tenho mais ninguém“, detalhou.

A perda da irmã é uma ferida que nunca se cicatrizou na vida de Juliette, tanto que isso foi muito lembrando dentro do BBB 21. Em certos momentos, ela foi acusada de usar a história de forma oportunista para deixar o público com pena. No final das contas, foi tudo de coração.

Escrito por Douglas Françoza

Tyler, The Creator estreia em #1 em parada de álbuns, seguido de Doja Cat

SOUR

“Sour”: Álbum de Olivia Rodrigo deverá retornar ao topo da Billboard