Juliette história triste
Foto: Reprodução Globoplay
in ,

Juliette lembra momento em que quase desistiu de viver

“Eu perdi minha fé, eu perdi tudo”, disse Juliette.

Nesta terça-feira, 06 de julho, foi disponibilizado no Globoplay o segundo episódio do documentário “Você Nunca Esteve Sozinha“, que conta sobre a vida da vencedora do BBB 21 Juliette. Dessa vez, os primeiros minutos forambem triste, contando da morte da irmã, Julienne, que era como uma “filha” para ela, de tão ligadas que eram. Ela teve um AVC hemorrágico e morreu aos 17 anos.

triste, dramático, tocante, você vai chorar
Foto: Reprodução Globoplay

A Juliette se enterrou junto com Julienne, isso eu falo com prioridade porque eu vi“, disse uma amiga próxima.

Com a morte da irmã, Juliette perdeu a vontade de viver. Sem sair do quarto, entrou em um estado depressivo. “Eu perdi minha fé, eu perdi tudo“, disse ela.

Quem ficou desesperada foi Dona Fátima, mãe da cantora, que foi o motivo para que Juliette se erguesse novamente. Às lágrimas, ela lembrou: “A minha mãe, coitada, ela ficava desesperada. Todos os dias ela ia chorar na minha cama pedindo para eu não fazer isso, porque ela não ia aguentar perder duas filhas. E eu não tinha escolha, eu ia matar minha mãe também, eu não podia fazer isso com ela“, relatou.

Aí eu engoli, no seco, e disse: ‘então tá bom, eu vou viver. Eu não vou fazer isso com a senhora’. A minha mãe se ajoelhou nos meus pés e disse: ‘por favor, não faça isso, eu só tenho você, não tenho mais ninguém“, detalhou.

A perda da irmã é uma ferida que nunca se cicatrizou na vida de Juliette, tanto que isso foi muito lembrando dentro do BBB 21. Em certos momentos, ela foi acusada de usar a história de forma oportunista para deixar o público com pena. No final das contas, foi tudo de coração.

Juliette sobre a fama: “Tenho medo de não encontrar felicidade”

Juliette Freire pode estar milionária, fazendo parcerias e colaborando com artistas de sucesso. Mas sua simplicidade se mantém intacta. Nesta última sexta-feira (2) a paraibana refletiu sobre a fama durante participação no “Encontro” com Fátima Bernardes.

(Foto: Globoplay)

O bate-papo começou com Fátima mostrando cenas da série documental “Você Nunca Esteve Sozinha“, que conta a história de Juliette antes do reality show. A paraibana passou por momentos difíceis ao longo de sua trajetória, teve que enfrentar a morte precoce da irmã, cuidar da casa e dos irmãos e ainda dar suporte à mãe após ela ter sofrido um AVC.

A apresentadora quis saber como Juliette trouxe suas experiências de vida para dentro do “BBB 21”.

“Quando eu entrei eu estava tão eufórica, feliz, tão efusiva, que eu desliguei algumas coisas da minha mente. Tanto é que eu ficava perdida, eu me entreguei muito a euforia de estar ali e me perdi um pouco. Mas o que eu era estava em mim, então quando as situações difíceis chegavam ai é que eu me mostrava porque eu já estava acostumada em resolver coisas difíceis”, respondeu a paraibana.

Foi quando Fátima perguntou a Juliette quais seriam seus medos, os “monstros” de hoje.

“Hoje eu tenho medo de não encontrar felicidade nessa vida, eu sempre fui muito livre, minha vida foi muito difícil mas eu era muito feliz. Só me faltava dinheiro, mas todo o resto eu era muito completa. Hoje eu tenho dinheiro e não quero me perder de mim, eu quero permanecer feliz, livre e verdadeira. Podendo errar, podendo dizer ‘não’ sem ser atacada, sem que meus esforços sejam desprezados. Então eu quero poder continuar sendo eu e ser feliz nesse caminho”.

Veja mais vídeos da participação de Juliette no “Encontro”:

Escrito por Caian Nunes

divas do pop

Mariah, Miley, Katy: Artistas se juntam para ajudar Britney, diz site

Após saída de Jeff Bezos, conheça o novo CEO da Amazon