Juliette é capa da Vogue - Não sou um produto ou um objeto
Foto: Mariana Maltoni
in ,

Juliette é capa da Vogue: “Não sou um produto ou um objeto”

“Não entrei em um reality show para me tornar escrava de nada”, soltou ela.

No mesmo dia em que Juliette lança seu primeiro EP, sendo o ponto de partida oficial de sua carreira musical, ela aparece na capa digital da Vogue Brasil, uma das revistas de moda mais importantes do mundo. Na foto da capa, ela aparece rodeada de muitas flores em um conceito de edição desfocado.

Saiba qual será o primeiro single do EP de Juliette

Confira a capa:

Juliette é capa da Vogue - Não sou um produto ou um objeto 1
Foto: Mariana Maltoni

Veja outras capas alternativas:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Vogue Brasil (@voguebrasil)

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Vogue Brasil (@voguebrasil)

O poder de dizer “não”

Na entrevista, Juliette falou sobre as inúmeras propostas de trabalho que ela recebeu, mas fez jogo duro. Ela não queria aceitar qualquer coisa: precisava fazer sentido e que ela se sentisse à vontade.

Não entrei em um reality show para me tornar escrava de nada, para mudar quem sou. Não sou um produto ou um objeto. Sei que essa vida nos direciona para isso, mas luto diariamente para que não aconteça” – Juliette.

Juliette é capa da Vogue - Não sou um produto ou um objeto 1
Foto: Mariana Maltoni

No entanto, ela teve que dizer “sim” para alguns projetos. E a música estava no topo das prioridades, já que isso é algo que a inspira desde muito nova. Ela relembra as músicas que costumava cantar na infância e destaca as letras com tom de protesto.

Sempre gostei de músicas com letras de protesto”, diz. Ela até ficava “arrepiada” ao vê-las sendo cantadas por calouros do Programa Raul Gil. Uma das mais marcantes era: “Brasil, mostra a tua cara, quero ver quem paga, pra gente ficar assim” – ela sempre cantava junto e voltava para os afazeres comuns. Ela ajudar a mãe a cortar cabelos no salão, nessa época cada para corte era cobrado dois reais.

Juliette é capa da Vogue - Não sou um produto ou um objeto 1
Foto: Mariana Maltoni

Leia Mais:

O estudo faz a diferença

Mais tarde, ela destaca que encontrou nos estudos uma maneira de mudar a vida difícil dela e de sua família.

Mais crescida, entendi que a minha vida não ia mudar só com o trabalho. Minha mãe trabalhava muito e a vida não mudava. Meus irmãos faziam trabalho braçal e a vida não mudava. A gente trabalhava tipo de morrer. E a vida não mudava”, lembrou.

Percebi que só mudaria pelos estudos. E aí virei uma psicopata de estudar” – Juliette.

Juliette é capa da Vogue - Não sou um produto ou um objeto 1
Foto: Mariana Maltoni

Juliette quase não participou do BBB 21, no qual saiu vencedora, quando saiu o edital do concurso que tanto esperava. Era como um sinal, mas acabou que ela decidiu assumir e desafio. E deu no que deu!

Escrito por Caian Nunes

La Casa de Papel: Veja os 15 minutos iniciais da Parte 5

Ilha Record: Claudinho provoca Antonela e diz que Pyong é seu “namorado”