(Foto: Reprodução Internet)
in ,

Jornalista que acusou BTS de manipular charts muda de opinião

Tom Breihan fez um pronunciamento através do Twitter nesta segunda-feira (7)

Tom Breihan, jornalista e editor do site Stereogum, fez um novo pronunciamento após escrever um artigo polêmico sobre o BTS. Ele alegou que o sucesso do grupo nos charts da Billboard teria sido manipulado, o que revoltou os fãs. Agora parece ter mudado de opinião e assumiu ter errado na publicação.

(Foto: Reprodução Internet)

Na semana passada, o artigo em questão, “BTS And Their Fan Army Are Rendering The Pop Charts Useless“, foi recebido com reações negativas. Nele, Breihan analisou a ascensão do BTS nos charts da Billboard, começando com o single “Dynamite” e terminando com o novo sucesso “Butter“.

Embora Breihan reconhecesse o talento musical do BTS, ele afirmou que os esforços organizados dos fãs para aumentar a classificação do grupo nas paradas musicais tornaram os gráficos globalmente menos precisos.

É frustrante ver um fenômeno como esse inflacionar as estatísticas, eliminando qualquer sentido de exatidão da forma como mantemos esses registros. […] A popularidade orgânica, força motriz por trás da música pop, mal parece existir. Em vez disso, as paradas pop estão se transformando em um campo de batalha para exércitos de fãs em guerra“.

Agora, depois da grande repercussão negativa, Breihan voltou atrás. Nesta segunda-feira (7) ele fez uma série de tweets no Twitter, assumindo “ter errado ao escrever o artigo”.

“Eu nunca faço isso, mas acho que estava errado em escrever o artigo, ou pelo menos estruturá-lo da maneira como eu fiz. Os gráficos da Billboard nunca, nunca foram intocáveis e sempre estiveram sujeitos a manipulação”.

Ele afirmou que, tradicionalmente, a manipulação de gráficos acontece nas mãos de um selo de artista, mas no caso do BTS são “os fãs que fazem a manipulação”.

“A diferença com o BTS é que são os fãs que fazem a manipulação, não o selo. Eu realmente não entendo esse impulso, mas em uma era atomizada, é isso que está impulsionando a popularidade. O BTS tem o exército de fãs mais mobilizado e dedicado, e é por isso que eles estão ganhando“.

E, mesmo reconhecendo que as conquistas do BTS são “meio inspiradoras”, ele acha que “Butter” é uma “música ruim”.

BTS agora tem um monte de hits #1 com praticamente nenhum suporte de rádio, e isso é meio inspirador, de certa forma. […] Eu acho que ‘Butter’ é uma canção ruim, um exemplo de composição cínica do comitê, e o fato de que o selo recebe um crédito é grosseiro. Mas muitas canções muito piores do que essa chegaram ao número 1“.

Mas, apesar das críticas que recebeu, Breihan não mudou as opiniões que expressou no artigo. Ao contrário, ele declarou que não está em posição de determinar quais canções devem ser classificadas número 1.

“Eu estava errado”, disse ele, em seu último tweet sobre o assunto. “Bom trabalho, BTS“.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

BTS: “Butter” lidera Billboard Hot 100 de novo

Deezer lança canal em homenagem a artistas e criadores LGBTQI+