Johnny Hooker. Foto: Divulgação
in ,

Johnny Hooker bate 100 milhões de reproduções no Spotify e anuncia disco inspirado em clássico da cultura LGBTQIA+

Novo trabalho, previsto para o primeiro semestre de 2021, através do alhar do artista para “Orgia – Diários de Túlio Carella”

A atmosfera sexual vai tomar conta no novo álbum de Johnny Hooker. Depois de conquistar dois singles de platina com “Amor Marginal” e “Flutua”, em parceria com Lineker, e bater a marca de 100 milhões de execuções no Spotify, o artista pernambucano se debruça sobre o livro “Orgia – Diários de Túlio Carella”, um clássico cultura LGBTQ+ para o novo álbum, que tem previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2021. Em estúdio desde o início do ano, Hooker precisou dar uma pausa nas gravações, devido o agravamento da pandemia do novo coronavírus, em março. “Até para gravar um clipe tem que reunir uma equipe, tem todo um risco envolvido, fiquei receoso”, admite. Apesar das atribulações, o projeto já está quase finalizado e promete trazer muitas participações especiais e um tema universal: o sexo. A maior parte das referências surgem do livro “Orgia – os Diários de Tulio Carella”. A história relata passagens do dramaturgo que se muda para Recife, em 1960, para dar aula e acabou se apaixonando pela cidade, pelos homens do local e pela liberdade sexual que existe por lá naquele tempo. Além disso, o artista ainda revisita suas memórias pela capital pernambucana como inspirações par ao novo disco. O lugar fez com que letras profundas e sentimentais fossem parar no novo projeto.

Anteriormente, o artista já havia falado do novo trabalho ao POPline. “Eu queria conversar com ele [Túlio] através do tempo. Tem uma frase que diz que ‘a memória é uma coisa muito fraca, ela só lembra do passado. A memória não lembra do futuro e precisamos lembrar dele. E é isso que eu acho que quero trazer nesse disco: um futuro onde o amor e a liberdade serão como um filme”.

Este ano, Johnny completa 18 anos carreira. Sua maioridade na música será marcada com o lançamento do álbum com o tema, digamos, quente. Seu último projeto foi “Coração”, lançado em 2017. “Eu dividi o disco em duas partes. Uma é mais conceito e a outra parte vai ser mais pop. Vai ter um pouquinho de brega, de samba, forró…músicas que falam sobre sexo, bruxaria”, adianta. “Sempre tive uma linha de interseção pop. Minhas músicas tem refrão, clipes com estética pop e um show que traz também essa linguagem”.

Escrito por Leonardo Rocha

Boicote? Grammy se pronuncia sobre “caso The Weeknd”

POPline na FM o Dia: Barões da Pisadinha, Jerry Smith, Katz, Maiara e Maraisa, Projota, Scott Storch e Xand Avião terão estreia de músicas no programa. Foto: Divulgação

Confira as músicas que estrearão com exclusividade no programa POPline na FM O Dia