Piada maldosa sobre Taylor Swift
Foto: Getty Images/Robert Kamau/GC Images
in ,

Joe Alwyn apoia a namorada Taylor Swift após piada sexista em série

Piada causou revolta.

Taylor Swift sabe se defender sozinha e usou sua voz para responder uma piada de gosto muito duvidoso feita na série “Ginny & Georgia”, da Netflix. Mesmo assim, é sempre bom ter o apoio de quem amam, não é mesmo? Os fãs podem ficar tranquilos, já que o namorado da cantora, Joe Alwyn, esteve do lado dela nessa situação e isso ficou provado nas redes sociais.

O ator Joe Alwyn curtiu o desabafo de Taylor no Twitter. Parece algo pequene, mas deve se levar em consideração que ele pouco usa a rede social. A última curtida que ele deu foi em novembro do ano passado. Portanto, foi um concessão que ele fez para defender a amada.

Joe Alwyn e Taylor Swift namorados
Foto: Reprodução / Internet
Namorado em defesa de Taylor Swift
Foto: Twitter

Entenda o caso

A série “Ginny & Georgia”, que está fazendo sucesso na Netflix, provocou revolta do público ao reviver uma piada antiga e considerada muito sexista sobre Taylor Swift. Em uma passagem, uma das personagens diz: “Por que você se importa? Você troca de homem mais rápido que a Taylor Swift.”

Claramente, isso remete a um passado onde Taylor Swift estava sempre sendo vista saindo com rapazes diferentes. Na época, isso era comentado pela mídia com muita maldade. Hoje, felizmente os tempos evoluíram e a liberdade feminina está cada vez mais aceita. Elas podem sair com quantos homens quiserem e não são julgadas por isso. Além de ser uma piada antiga (Taylor está namorado firme há anos), remete a um conceito bastante ultrapassado.

A resposta de Taylor Swift

Na segunda-feira, 1º de março, o assunto foi ainda mais longe quando a própria Taylor se pronunciou. Ela, que já teve contrato com o Netflix para lançamento de documentário, esperava mais de empresa, além de defender os direitos das mulheres.

Hey Ginny & Georgia, 2010 ligou e quer sua piada preguiçosa e profundamente sexista de volta. Que tal pararmos de degradar as mulheres trabalhadoras definindo essa grande merda como engraçada. Além disso, Netflix, depois da Miss Americana, essa roupa não fica mais bonita em você 💔 Feliz Mês da História da Mulher, eu acho“, soltou ela.

Além do namorado, muitos outros artistas a defenderam, além do

Escrito por Caian Nunes

“25 anos sem Mamonas Assassinas”: documentário será exibido na TV nesta terça

Ana Maria volta atrás e se desculpa por falar sobre ‘racismo reverso’