Jennifer Nascimento e Gabi Lopes chamam atenção com vídeo sobre “privilégio branco”
in ,

Jeniffer Nascimento e Gabi Lopes chamam atenção com vídeo sobre “privilégio branco”

A cantora Jeniffer Nascimento e a atriz Gabi Lopes se uniram para fazer um vídeo lúdico explicando o que é o privilégio branco em uma sociedade racista. Uma é preta e a outra é branca e loira. As duas respondem às mesmas perguntas, baixando um dedo para cada situação discriminatória vivida. Jeniffer abaixa todos os dez dedos das mãos. Gabi Lopes não abaixa nenhum.

O vídeo mostra como a população preta está submetida ao preconceito rotineiramente. As situações vão desde ser seguido por segurança em shopping até alguém descer do elevador para não andar com você, por exemplo. A falta de representatividade – ser o único preto em ambientes sociais – também é abordada.

Assista ao vídeo abaixo:

Jeniffer Nascimento tem se manifestado nas redes

Recentemente, Jeniffer postou que acredita que “estamos vivendo um momento de grande iluminação na Terra”, com o movimento mundial antirracista “Black Lives Matter” (ou Vidas Pretas Importam, em português).

No dia do #BlackoutTuesday, há uma semana, Jeniffer Nascimento questionou os seguidores: “quantos projetos que eu posto aqui você apoia, curte e compartilha ou compra ingresso? Quantas vezes você já não passou direto pelas minhas publicações de reflexão, protesto e trabalho? Por favor não faça desse dia apenas um post tendência, exercite de verdade se interessar mais sobre nossa história, trajetória e nos apoiar de verdade!”.

Cantora divulga música sobre opressão

Ela e o marido Jean Amorim também divulgaram uma música sobre opressão. Jeniffer explicou que eles compuseram a canção pensando em violência doméstica, mas depois perceberam que poderia ser sobre ataques racistas, homofóbicos, e todo tipo de opressão.

Ver essa foto no Instagram

Escrevemos essa musica semana passada , inicialmente era pra falar sobre violência doméstica . Conforme cantava percebi que não se tratava disso , mas sim de qualquer tipo de Opressão! Ataques Racistas homofóbicos, ataques do sistema…Daí percebi que essa musica era um grito que eu queria dar ! Eu desejo que essa musica possa te encorajar a Não se calar ! A sair do silêncio que nos corrói e grite suas dores , que a gente não tenha medo de dividir nossas angústias para que assim possamos lutar juntos por uma humanidade melhor: Esse recado é Pra você! Não se cale por nada ! Você é bem melhor que isso ! Composição minha,de @jeanamorim e @thiagogimenes1 Beat do brother @rickyndombashi #vidasnegrasportam #naosecalepornada #homofobiaécrime #racismoécrime #violenciadomesticaécrime #musica #juntossomosmaisfortes

Uma publicação compartilhada por Jeniffer Nascimento (@jeniffer_nascimento) em

Escrito por Leonardo Torres

“Quero gravar um filme como se fosse “50 Tons de Cinza”, mas com a mulher dominadora”, diz Eduardo Costa

Após adiamento, a parceria entre Emicida e Drik Barbosa foi lançada nesta terça-feira (Foto: Reprodução/YouTube)

Emicida e Drik Barbosa alertam sobre trabalho infantil na inédita “Sementes”