in

Jay-Z defende Kanye West: "foi rude, mas ele é assim"

Jay-Z conhece Kanye West há muitos anos. Então quando West interrompeu Taylor Swift durante o VMA deste ano, Jay-Z não se surpreendeu como a maioria das pessoas.

“Ele é uma pessoa passional. Claro, foi rude porque era o momento dela, mas ele realmente sentia aquilo”, disse a Radio BBC.

“Ele costumava pular nas mesas… eu estava trabalhando no primeiro The Blueprint e ele ficava pulando, gritando, rimando e eu ‘ei, agora não’. Mas é o jeito dele. Sempre passional”, completou.

Mas apesar de Jay-Z entender a atitude de Kanye West, ele diz que não protegeu o amigo e o obrigou a comparecer ao Jay Leno Show onde, claramente, iria dar explicações sobre o acontecido na noite anterior.

“Eu disse a ele que foi muito rude e que ele precisa tomar cuidado com essas explosões. No final do dia, nós vamos celebrar o lado bom disso. Foi por ser passional que ele fez Graduation, um excelente álbum. É o mesmo sentimento que o faz sair da linha. Ele precisa aprender a lidar com isso nos próximos anos. Aquilo não foi encenado. Era como ele estava sentindo, mas foi muito injusto com Taylor”, completou.

E agora, que Kanye West já se desculpou (milhões de vezes, por sinal), Jay-Z acha que é hora de seguir em frente. Para ele essa situação toda, apesar de ruim, tomou um rumo muito maior do que deveria.

“Ele está na capa de todos os jornais, mas não matou ninguém. Não acho que ele deva parar ou dar uma pausa. Acho que ele deve prosseguir a turnê e ter uma excelente carreira. É apenas uma premiação”.

Escrito por Amanda Faia

Nelly Furtado recruta novamente Timbaland para seu próximo álbum em inglês

Mais uma ação social garante para Beyoncé o título de cantora da década