banner com link para rádio globo
Foto: Globo
in ,

Jão relembra passado e volta à sua escola e cidade natal no Fantástico

O sucesso do cantor foi pauta na atração.

É o momento do Jão mostrar ao Brasil o quanto ele é incrível! Neste domingo (1º de maio) ele ganhou um espaço de grande projeção nacional ao ser entrevistado no “Fantástico”, um dos programas de maior credibilidade da TV brasileira. Na reportagem, ele voltou até onde tudo começou, até os tempos de escola, quando já cantava.

Jão divulga trecho de música em espanhol

Foto: Globo

Leia mais:

Jão surpreendeu ao cantar para milhares de fãs no Lollapalooza Brasil. No entanto, quem já conhecia, sabe que ter um show cheio não é novidade. Para ele, existe um motivo para isso.

“Eu devo muita coisa a internet, mas acho que as pessoas estão muito viciadas com a resposta digital e acho elas esquecem um pouco de dar experiência para os fãs e se conectar de verdade. Eu acho que é um diferencial grande da minha carreira, isso que me possibilita fazer shows grandes e tão cheios”, disse.

Jão não achou, porém, que teria tanta aceitação em um festival tão grande: “Eu achei que ia ter, sei lá, umas três ou quatro fileiras de pessoas ali“. No final das contas, ele teve um público maior que o número de habitantes de sua cidade natal, Américo Brasiliense, no interior de São Paulo.

A vida à cidade natal

Jão foi recebido aos gritos quando entrou na escola que estudou. É um pouco de nostalgia misturada com reconhecimento. Ele conseguiu realizar seu sonho.

Leia mais:

Ele conta que naquela mesma escola já começava a cantar aos 8 anos, mas não era fácil. Tinha “colegas” que tentavam sabotar suas apresentações. Felizmente, essa fase passou.

Sobre sua musicalidade, ele lembra que teve que buscar as próprias referências: “Quando eu era criança, aqui no interior, tinha muito sertanejo. Quando eu era adolescente tinha muito pagode e depois comecei a buscar minhas próprias músicas“.

Foto: Globo

Na reportagem, ele voltou à casa dos seus pais, onde morou por 17 anos, e mostrou “sua galera” e até mostrou seu quarto.Eu falava que era o quarto do Harry Potter, porque o da minha irmã era menor e o meu era pequeno. Aí minha mãe transformou em quase um altar com os presentes dos meus fãs“, disse.

A sua irmã, Isabela, conta que sempre o chamou de Jão e ver as pessoas gritando esse nome, é surreal para ela. O nome dele é João Vitor, mas é por três letras e um til que ele será conhecido para saber.

Paulo Lima, presidente da Universal Music Brasil, entende o valor de Jão: “Jão veio para preencher uma lacuna dessa carência brasileira de um grande ídolo. A população quer escutar o que ficou carente, principalmente depois da saída de Renato e Cazuza“.

Jão, aliás, recebeu a aprovação da mãe do Cazuza, que foi assistir ao seu show.

Escrito por Caian Nunes

No ‘Fantástico’, Arthur comenta rejeição de brothers: “tem que saber perder”

Fantástico: Arthur fala sobre traições e término com Maíra Cardi