Jade Baraldo participa de protesto no RJ por justiça no caso Mari Ferrer. Foto: Divulgação
Jade Baraldo participa de protesto no RJ por justiça no caso Mari Ferrer. Foto: Divulgação
in ,

Jade Baraldo participa de protesto no RJ por justiça no caso Mari Ferrer

Protesto aconteceu na Cinelândia, no RJ!

Repercutiu no Brasil inteiro a notícia de que André de Camargo Aranha, acusado de estuprar Mariana Ferrer em uma festa em 2018, foi absolvido. O advogado dele conseguiu argumentar que foi um “estupro culposo” – ou seja, sem intenção de cometer o crime.

Em razão disso, houve uma mobilização no Rio de Janeiro, neste domingo, 08, contra essa decisão e a cantora Jade Baraldo compareceu ao protesto na Cinelândia e postou no seu Instagram. Ao lado de um amigo, ela segurava uma placa com a mensagem: “Justiça por Mari Ferrer” e escreveu.

Ver essa foto no Instagram

Poderia ser vc, ou alguém que vc ama… #justiçapormariferrer 🗣🖕🏼

Uma publicação compartilhada por Jade 🎤 (@jadebaraldo) em

“Poderia ser você ou alguém que você ama”

A hashtag #justicapormariferrer foi o termo mais comentado do Twitter na tarde da terça (3/11), seguido pela frase NÃO EXISTE ESTUPRO CULPOSO e pela palavra Mariana. Celebridades como IZA e Luísa Sonza já se manifestaram – em choque como todo mundo.

IZA escreveu que “estupro culposo” não existe. Luísa Sonza, por sua vez, twittou que está com medo “do que o Brasil está virando”. Você confere todos os tweets abaixo.

Veja a repercussão:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Justiça pra Mariana #justiçapormariferrer não podemos nos calar!!!!

Uma publicação compartilhada por Preta Gil 🎤 (@pretagil) em

Entenda o caso Mariana Ferrer

Mariana Ferrer tinha 21 anos e trabalhava como promoter de uma festa no Café de la Musique, em Jurerê Internacional, no sul do país. Ela afirma ter sido estuprada por André de Camargo Aranha na festa, no dia 15 de dezembro de 2018.

De acordo com o site The Intercept, o julgamento só aconteceu em setembro deste ano. Aranha foi absolvido porque argumentou que não tinha como saber que Mariana estava em situação de vulnerabilidade – sem condições de aceitar ou negar o ato sexual.

Caso Mariana Ferrer: artistas comentam "estupro culposo"
André de Camargo Aranha (Foto: Reprodução / The Intercept)

Mariana acredita que foi drogada na festa, porque teve um lapso de memória. Um exame comprovou que ela era virgem e que havia material genético de André de Camargo Aranha no corpo dela.

Além do desfecho do caso, choca a história do próprio processo. Mariana Ferrer foi humilhada pelo advogado de Aranha. Ele exibiu fotos dela como modelo, chamando as imagens de “ginecológicas” e dizendo que “jamais teria uma filha do nível de Mariana”. Ela chorou.

Escrito por Helena Marques

K-Pop: Hyeme, do BLACKSWAN, é acusada de golpe por homem que lhe emprestou dinheiro

Carol Biazin confirma título de parcerias com Luísa Sonza e Glória Groove