in

It’s On: Steven Klein, amigo de Madonna, é o diretor do clipe “Alejandro”, da Lady GaGa

http://a3.twimg.com/profile_images/982518687/falando_bigger.jpgSe Lady GaGa surgiu como um meteoro de originalidade, hoje é vista como um fragmento de tantos outros elementos do pop. Absolutamente normal se formos levar em consideração as milhares de inspirações na música. Nenhum problema em buscar referências. Quase isso. Seu último videoclipe, “Alejandro”, está longe de ser orgânico. É uma releitura de Madonna em diversas de suas fases, com direito a clima militar e símbolos religiosos.http://www.lady-gaga.net/gallery/albums/Music%20Videos/alejandro/normal_103.jpg

O single parece ser o que causou menor efeito no público, se comparado ao estrondoso sucesso de “Bad Romance” – também desta fase ‘monstro’ da cantora. A performance no American Idol de “Alejandro” não empolgou e causou algumas rusgas entre as partes. A espera pelo videoclipe gerou buzz entre os fãs na internet que depois de algumas remarcações, finalmente foi liberado.

Sua luz nunca esteve tão opaca. O público não amou, demonstrou quase um desinteresse, não fosse por sua recente brilhante carreira que a sustenta. “Alejandro” não é nenhum “(Eh Eh) Nothing Else I Can Say”, mas também não trouxe êxtase. Mas de quem é a culpa? Eu já tenho o eleito. O multi-talentoso Steven Klein, amigo de Madonna e responsável pela direção e criação do vídeo de GaGa. E eu provo a teoria.

http://www.lady-gaga.net/gallery/albums/Music%20Videos/alejandro/normal_304.jpgA ainda não lançada oficialmente ReInvention Tour de 2004, de Madonna, rendeu apenas um documentário e cd ao vivo. O vídeo de abertura, “The Beast Within” mostra a cantora em cenas muito semelhantes às vistas no videoclipe de Lady GaGa. Steven parece ter feito uma reciclagem de si próprio. Condensou todos os vídeos exibidos no telão da ReInvention, passou uma cola ali e aqui, trocou a loira protagonista e pronto. Mais um trabalho genial, certo? Não, Stefano!

O clima militar presente no vídeo também é uma reinvenção da turnê citada anteriormente; mais precisamente do segundo bloco do show. Isso sem falar no crucifixo tão ‘madônnico’ e a fotografia ‘vogueana’. Ah! E sem querer colocar a Janet Jackson neste embolado, porque eu também vi “Rythm Nation” ali. Enquanto isso, fãs de Lady GaGa e Madonna se pegam em milhares de fóruns pela internet. Acusações de plágio e todas as briguinhas banais que você já leu. Até Jesus falou sobre isso. O Luz, claro.

A GaGa tem lá sua culpa porque aprovou o projeto, concordou com o apresentado. Mas convenhamos, culpa mesmo tem o diretor, que de maneira irresponsável ou ingênua, apostou na memória curta do público. Será que ele sabe que a ReInvention Tour não foi oficialmente lançada em DVD, mas nós temos a internet, o youtube e algo mágico chamado download? Googleie aí “X-Static Process”!

Klein se escondeu atrás de algo maior, Lady GaGa. O maior nome do momento no pop, a mulher que daqui a alguns anos possa se tornar um ícone. Ele está bem protegido pelas costas largas de Stefanie, mas olha, nós vimos viu!? O que você fez é feio, Stefano!

Lady GaGa – Alejandro

> Siga a Nathalia Ferrari no twitter.

Escrito por Redação POPLine

83 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Kylie Minogue canta “All The Lovers” e “Love At First Sight” em programa de TV

Katy Perry não vê a hora da Copa do Mundo de Futebol acabar