in

It’s Britney, bitch! Há exatos 10 anos, Britney Spears fazia icônica e polêmica performance no VMA de 2007

9 de setembro: há 10 anos Britney Spears fazia seu grande retorno no palco do VMA interpretando “Gimme More”. Essa performance polêmica se transformou em um momento icônico do mundo pop, sendo lembrada uma década depois. Mas qual é o motivo de ter marcado tanto? Vamos relembrar.

PRECEDENTES

Depois de um começo de carreira glorioso, emplacando hits e álbuns de sucesso, a cantora teve um complicado momento emocional. Antes a princesinha do pop, depois emplacando um estilo mais sensual, parecia que tudo estava sendo destruído. A cantora estava sendo perseguida constantemente por paparazzi, tendo problemas com drogas, divórcio (marcado por uma disputa judicial pela guarda dos filhos) e polêmicas… Tudo isso teve um pico quando ela resolveu raspar completamente seu cabelo e protagonizou a polêmica cena onde batia num carro com um guarda-chuva. Seria o fim da sua carreira?

EXPECTATIVA

A cantora foi internada em uma clínica de reabilitação e resolveu retornar sua carreira musical.O álbum “Blackout” foi a esperança para os fãs de que tudo iria melhorar. Seu grande retorno foi no VMA de 2007, onde cantaria o single “Gimme More”. Nesta mesma premiação a cantora fez icônicas performances, como “I’m a Slave 4 U”, em 2001, aquela com a cobra, e “Like a Virgin”, 2003, onde tascou um beijo em Madonna. A expectativa era algo tão marcante quanto. E foi, mas não como esperavam.

CRÍTICAS

Talvez ela não estivesse preparada o suficiente para o retorno. Ainda não era a Britney de antes. Acima do peso, desajeitada, fazendo playback. “Ela pareceu sonolenta em sua apresentação, balançando os braços e falhando em sincronizar seus lábios com a música de dança secundária explodindo através dos alto-falantes. Sua roupa confirmou que, como seu antigo magnetismo de estrela pop, sua barra barriga chapada é apenas uma lembrança”, criticou a ABC.

Boatos circulavam que uma outra performance estava planejada, incluindo mágicas com o ilusionista Criss Angel, mas ela resolveu mudar os planos porque não se sentia preparada para isso.

LEGADO E SUPERAÇÃO

Mesmo com toda polêmica, a performance ficou marcada na história do pop. O bordão “It’s Britney, bitch” é lembrado até hoje e, mesmo com tantas críticas, é reconhecida a importância da apresentação. Alguns anos depois, Britney deu sua verdadeira volta por cima. Recuperada de problemas emocionais e das drogas, ela lançou álbuns de sucesso como o “Circus” e o “Femme Fatale”. Afinal, não era o fim, era uma fase difícil que podia ser recuperada.

Parabéns, Britney, pelos 10 anos de um momento importante de sua carreira!

Escrito por Caian Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selena Gomez e The Weeknd aparecem juntos em tapete vermelho de evento da Harper’s BAZAAR

Após 3 anos, Avril Lavigne volta aos palcos para cantar com seu ex-marido