Joey Jordison na ativa pelo Slipknot em 2008 / Foto Getty Images (uso autorizado)
in ,

Integrantes do Slipknot e Metallica reagem à morte de Joey Jordison

Baterista tinha 46 anos.

A morte de Joey Jordison surpreendeu todos os fãs do Slipknot. A notícia foi dada na noite desta terça-feira (27) pelo site norte-americano TMZ. Segundo a reportagem, Joey faleceu em casa no dia 26 de julho, durante o sono aos 46 anos de idade. Corey Taylor, Shawn Crahan e James Root trocaram as imagens de ruas redes sociais para preto em sinal de luto pelo ex-colega de banda.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por James Root (@jamesroot)

“A morte de Joey nos deixou com os corações vazios e sentimentos de luto indescritível”, disse o comunicado enviado pela família sem entrar em detalhes. Ainda segundo o TMZ, não havia presença de drogas ilícitas na casa do artista e a morte ainda está sobre investigação.

“Àqueles que conheciam o Joey, entendiam sua inteligência, sua personalidade gentil, seu coração gigante e seu amor pela família e música. A família pede que amigos, fãs e a mídia respeitem nossa necessidade de privacidade e paz neste momento incrivelmente difícil”, continua a nota.

A mais recente banda de Joey, a Sinsaenum, também se manifestou. “Arrasados para além das palavras. Amamos você para sempre, irmão”, escreveu a banda nas redes sociais. O Metallica também se pronunciou. –

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por @sinsaenum

Joey participou da formação do Slipknot, quando a banda ainda possuía o nome de The Pale Ones, em 1995. O músico deixou a banda em 2013 com a justificativa de “motivos pessoais”, apesar dele nunca ter dito claramente que havia pedido “demissão”.

A doença

Joey lutou por muitos anos com uma doença neurológica, mielite transfersa, que comprometeu o funcionamento das pernas e, para um baterista, a habilidade de tocar.

Em 2016, Joey Jordison venceu o Metal Hammer Golden God Award e falou sobre a doença. “Meu momento de maior orgulho é estar aqui, agora. Eu tive grandes pessoas em minha vida: minha esposa, meus treinadores, meus médicos, pessoas que acreditaram em mim. Esta é uma condição que não se converte facilmente. Muitas pessoas não conseguem, mas eu consegui porque tenho grandes pessoas”.

Escrito por Amanda Faia

Levitating

DaBaby “manda recado” para Dua Lipa após polêmica

Estátuas do Little Mix no Madame Tussauds

Veja o resultado das estátuas do Little Mix no Madame Tussauds