Menu
in ,

Influenciada por Demi Lovato, Julia Joia fala de ingresso na carreira musical e mostra amadurecimento em “Pra Sempre”

O cenário do pop nacional vem crescendo ano após ano e não é preciso de estatísticas robustas de streaming para comprovar a afirmação. Basta olhar a quantidade de novos artistas com aceitação quase que imediata no público bastante acostumado, por anos, a consumir quase que estritamente o que vinha de fora. A importação do pop é passado no Brasil e uma nova leva de jovens talentos renova e engrossa listas 100% nacionais. E gente preocupada com qualidade.

Foto: Divulgação

Julia Joia, de 19 anos, é uma que busca seu espaço. Influenciada por Demi Lovato, a carioca investiu em sua musicalidade desde os 11 anos de idade e fez aulas de violão e piano. No dia 17 de abril, ela liberou a mais recente faixa de trabalho e uma nova oportunidade para você conhecê-la: “Pra Sempre”.



“Eu tô muito feliz. O clipe saiu e estou aqui me recompondo”, nos disse emocionada após o lançamento. Dez dias depois, “Pra Sempre” já soma mais de 240 mil visualizações no YouTube. O clipe, gravado na quarentena e via celular, foi uma ideia da própria cantora. “A ideia do clipe surgiu em uma ‘call’. Pensamos em fazer algo como se fosse em uma chamada de vídeo, para conectar as pessoas. Eu mesma fiz festa com as minhas amigas por videochamada, cada uma bebendo e comemorando em sua casa e ficando junto da maneira que podia. O conceito do clipe ser uma chamada de vídeo e colocar várias pessoas de casa foi uma solução linda. Ela acabou virando uma mensagem de amor geral. Mesmo com todo esse distanciamento, as pessoas sem poder sair juntas, a amizade e o sentimento forte permanecem”, disse.

“Pra Sempre” é a segunda faixa de um planejamento de liberar uma música por mês. O projeto sequencial começou em março com “Bem Melhor”, uma parceria com o também jovem cantor e compositor Anchietx.


Advertising
Advertising

O som criado por Julia tem inspiração direta no poder de compor de Camila Cabello, Dua Lipa e Tori Kelly e da Iza entre os artistas nacionais. No entanto, foi Demi quem fez a cantora decidir que a música seria seu caminho profissional. “Foi por causa de um documentário da Demi Lovato que decidi ficar na música, a minha maior inspiração da vida. Ela lançou um documentário em 2017, o ‘Simply Complicated’, e quando terminou eu estava em prantos e falei ‘cara, preciso fazer isso da minha vida'”, nos disse em entrevista. Antes de assistir ao vídeo que repassa os bastidores da carreira de Demi, Julia estudava para o Enem, pensava em cursar turismo (talvez, confessou ela) e quase se mudou do país para estudar na prestigiosa Berklee College of Music, em Boston, no Estados Unidos, e que já recebeu alunos como Melissa Etheridge, Diana Krall, Charlie Puth e St. Vincent. O inglês afiado também por um intercâmbio permite que Julia também se arrisque gravando no idioma como em uma versão de “Feeling Good” (Nina Simone), “Expectations” (Lauren Jauregui) “Shallow” (Lady Gaga) e na autoral “Breaking Rules” também lançada pelo dj chileno FLAK em 2020.



“Breaking Rules” é a segunda colaboração de Julia com FLAK. Ano passado a dupla lançou “Broken Words”, o que abriu as portas para a cantora no Chile. Ao lado do agora amigo, ela foi parar no Lollapalooza Chile e trouxe uma visão de mercado para artista que celebra a aceitação das jovens mulheres. “Fico muito feliz porque a gente vê uma mudança no cenário, né? As letras, a forma que a gente se posiciona hoje tem muita força. Óbvio que ainda tem muito para acontecer, mas o movimento hoje já é muito maior. Houve uma mudança no cenário muito grande e eu fico de entrar, fazer parte de poder passar uma mensagem de empoderamento e mostrar que a gente pode sim sendo nova, sendo mulher mesmo em um estúdio cheio de homem, em uma banda só de homem, passar isso é muito bom. As pessoas que me inspiram mesmo são a Iza e a Carol Biazin. Sou apaixonada por ela, gostaria muito de fazer um ‘feat’ com ela”, nos disse em entrevista.



Enquanto divulga “Pra Sempre”, Julia continua com planos. “Estou procurando várias bases para gravar algo disco também”, nos disse sobre quando o assunto foi Dua Lipa, outra inspiração. “Eu duvido muito algum álbum superar o da Dua Lipa neste momento. Foi algo super diferente, mas ao mesmo tempo a cara dela”, nos disse sobre o “Future Nostalgia” antes de liberar um cover de “Break My Heart”.

“Está sendo complicado, a gente não sabe como vai ficar a situação. O estúdio está fechado e eu não tenho meu equipamento em casa para fazer a gravação, então a princípio eu não tenho resposta para a sua pergunta sobre futuros lançamentos, mas para o mês de abril a gente conseguiu lançar ‘Pra Sempre’ e conseguimos manter o planejamento direitinho. Mas espero que dê tudo certo. No primeiro dia que falarem ‘pode sair de casa’ eu vou para o estúdio”, brincou.

POPline Sem Cortes: Julia Joia



Para você conhecer mais a Julia, conversamos com a cantora sobre o início de carreira, sua inspiração em Demi Lovato, Camila Cabello, seu encontro com o Fifth Harmony, sua colaboração com a Lary e o recente single “Pra Sempre”.

Escrito por Amanda Faia