Foto: Reprodução Instagram/@henriquecasttro
in

Henrique Casttro se inspirou em uma advogada para compor “Liberdade Provisória”, hit de Henrique e Juliano

Música foi a mais ouvida pelos brasileiros em 2020, de acordo com o Spotify

No início desta semana o Spotify liberou os rankings das músicas mais tocadas de 2020 e em primeiro lugar no Brasil está “Liberdade Provisória”, de Henrique e Juliano. O hit foi escutado mais de 185 milhões de vezes e, em entrevista, o compositor da canção Henrique Casttro contou ao POPline quais foras suas impressões sobre tal sucesso, além de falar sobre o processo de criação e projetos futuros.

Henrique Casttro com a dupla Henrique e Juliano no clipe de "Tá sofrendo porque quer"
Foto: Reprodução/Youtube

O destaque de “Liberdade Provisória” foi para Henrique um sonho realizado, pois ele imaginava que a música poderia ou dar muito certo, ou muito errado: “Desde o momento que a gente fez, nós tínhamos a certeza de que ela era 8 ou 80. A gente foi bem ousado na melodia e bem ousado no contexto, usando palavrão no refrão e tal. Eu seria muito hipócrita em falar que eu acreditava que seria tudo isso porque nem nos meus maiores sonhos eu imaginava que seria do tamanho que ela foi e do tamanho que ela vem sendo.”

A inspiração para escrever a canção surgiu depois que Henrique ouviu a namorada Thays Brom, que é advogada, falar “liberdade provisória”. Ela já havia também ajudado na composição de outras canções, como, por exemplo “Propaganda” de Jorge e Mateus e, segundo o autor, foi a responsável por influenciar a criação, pois o termo jurídico era interessante e não tinha músicas com aquele contexto.

Compor o que viria a ser o hit do ano, por sua vez, demorou apenas 40 minutos de acordo com Henrique e, para ele, a escolha foi muito ousada e audaciosa (principalmente por conta do palavrão no refrão).

Eu implorei pra voltar
Ela me matou na unha
Disse que eu tava solteiro
Eu tava solteiro p**** nenhuma

“A gente teve que ter personalidade, foi uma ideia muita ousada, audaciosa, mas acabamos apostando. Até Henrique e Juliano ficaram com medo, mas acabou que deu muito certo e chegava no show era a parte que as pessoas mais gritavam.”

Apesar do sucesso como compositor, inicialmente Henrique tinha planos de se lançar como cantor. Porém, em razão das dificuldades do mercado, resolveu dar um passo para trás e começou a compor. Uma de suas inspirações, segundo ele, foi Marília Mendonça (que também começou a carreira compondo canções).

Porém, ao final do ano passado, Henrique decidiu se arriscar como cantor novamente após bater suas metas como compositor: “Minha meta para 2019 era de ter cinco músicas no top 100 o ano inteiro, em junho eu tinha 17. Então eu falei assim: Cara, eu vou parar um pouco, vou desacelerar e acabei me dedicando um pouco na minha carreira como cantor.”

E foi o que ele fez, em maio deste ano Henrique estreou seu primeiro trabalho, a música “Tá sofrendo porque quer” com participação de Henrique e Juliano. Para ele, o momento era muito oportuno por conta do sucesso de “Liberdade Provisória”, no entanto, a pandemia do novo coronavírus acabou atrasando seus planos.

Ainda assim, Henrique garantiu que novos projetos virão em 2021, inclusive uma nova música em janeiro que, de acordo com ele, será solo e “muito polêmica”: “É a história de uma garota de programa que se apaixona pelo cliente e resolve não cobrar ele porque ela diz que nunca teve uma noite tão especial como aquela. O nome é “P*** apaixonada”.”

De quebra, ele também entregou que está gravando um clipe em homenagem aos avós, que morreram recentemente após 70 anos de casados. Este projeto ainda não tem data de lançamento, mas já dá para imaginar que Henrique já tem muitas cartas de sucesso na manga. Né?

Escrito por Carolina Stramasso

Ivete Sangalo Carnaval

Ivete Sangalo em 2020: Veja retrospectiva de lançamentos da cantora!

Bárbara Labres depressão

Bárbara Labres revela luta contra a depressão