Foto: Divulgação/Facebook
in

Head explica porque o Instagram pausou criação da versão kids

A plataforma divulgou um texto assinado por Adam Mosseri, head do Instagram, em que afirmam ter pausado o projeto kids

Em março deste ano, foi divulgado que o Facebook estava planejando criar uma versão do aplicativo do Instagram para menores de 13 anos. Porém, a plataforma divulgou nesta segunda-feira (27) um texto assinado por Adam Mosseri, head do Instagram, em que afirmam ter pausado o projeto kids.

“Começamos este projeto para resolver um problema importante visto em nosso setor: as crianças estão adquirindo telefones cada vez mais jovens, deturpando sua idade e baixando aplicativos destinados a pessoas com 13 anos ou mais”, destaca Adam.
E completa: “Acreditamos firmemente que é melhor para os pais ter a opção de dar aos filhos acesso a uma versão do Instagram projetada para eles – onde os pais podem supervisionar e controlar sua experiência – do que confiar na capacidade de um aplicativo para verificar a idade das crianças que são muito jovens para ter um documento de identidade”.

O head esclarece que, embora defendam a necessidade de desenvolver essa experiência, o Instagram decidiu pausar o projeto. “Isso nos dará tempo para trabalhar com pais, especialistas, legisladores e reguladores, para ouvir suas preocupações e demonstrar o valor e a importância deste projeto para os adolescentes mais jovens on-line de hoje”, revela.

Leia mais:

As crianças já estão online

No mesmo texto, Adam revela que os críticos do “Instagram Kids” verão isso como um reconhecimento de que o projeto é uma má ideia. “Esse não é o caso. A realidade é que as crianças já estão online e acreditamos que desenvolver experiências adequadas à idade, projetadas especificamente para elas, é muito melhor para os pais do que onde estamos hoje”.

“Não somos a única empresa a pensar assim. Nossos colegas reconheceram esses problemas e criaram experiências para as crianças. O YouTube e o TikTok têm versões de seus aplicativos para menores de 13 anos”, diz.

Segundo ele, a intenção não é que esta versão seja igual ao Instagram de hoje. “Nunca foi feito para crianças mais novas, mas para adolescentes (de 10 a 12 anos). Será necessária a permissão dos pais para participar, não terá anúncios e terá conteúdo e recursos adequados para a idade”.

Ou seja, os pais podem supervisionar o tempo que seus filhos passam no aplicativo e supervisionar quem pode enviar mensagens para eles, quem pode segui-los e quem eles podem seguir.

Construindo ferramentas de supervisão parental

Uma parte importante do que a plataforma está desenvolvendo para “Instagram Kids” é uma maneira dos pais supervisionarem o uso do Instagram de seus filhos.

“Enquanto pausamos nosso desenvolvimento de “Instagram Kids”, continuaremos nosso trabalho para permitir que os pais supervisionem as contas de seus filhos, expandindo essas ferramentas para contas de adolescentes (com 13 anos ou mais) no Instagram”, conta Adam.

Esses novos recursos, que os pais e adolescentes podem optar, darão aos pais as ferramentas para moldar de forma significativa a experiência de seus filhos adolescentes. “Teremos mais a compartilhar sobre isso nos próximos meses”, finaliza.

 

Escrito por Rafa Ventura

Teen Wolf abre conta no TikTok

Teen Wolf abre conta no TikTok

A Fazenda 13: Rico diz que Bil é vilão: “Passa por cima de qualquer pessoa”