in

Hayley Kiyoko conta como faz parte e apoia a comunidade LGBTQ+: “espaço para se amarem e se sentirem abertos e livres”

Hayley Kiyoko é capa de dezembro da revista Gay Times e, como uma representante da comunidade LGBTQ+, falou sobre o assunto. Na entrevista, ela contou os dois lados de sentir na pele as situações de preconceito e aceitação e, ao mesmo tempo, servir como um porta-voz de apoio.

“Eu acho que a coisa que realmente me conecta são as mensagens sobre não poder se relacionar com seus pais. Isso faz com com que eles não entendam quem são e não tenham esse diálogo. Eu acho que a coisa mais difícil às vezes é quando você não entende uns ao outros, como você começa essa conversa? Você precisa de comunicação para poder construir essa ponte”, refletiu.

Sobre servir de exemplo, ela se sente grata por isso. “É realmente fortalecedor. Isso me deixa emocionada… Todos nós passamos por tempos difíceis nos aceitando e sendo capazes de saber que muitas pessoas me aceitam por quem eu sou – eu apenas sinto que todos nós queremos essa validação para sermos capazes de nos amar. Você está querendo que as pessoas aprovem, então você pode se sentir livre para ser quem você é. Meus fãs são capazes de me dar isso, e eu tento dar-lhes essa energia diretamente de volta para eles – dar esse espaço para se amarem e se sentirem abertos e livres”, completa.

Veja a capa e as fotos feitas para a revista:

Escrito por Caian Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mark Ronson fala sobre a importância do álbum “Joanne” para o amadurecimento de Lady Gaga em “Nasce Uma Estrela”

Vanessa Hudgens planeja sequência do filme “A Princesa e a Plebeia”