Harry Styles arena
Foto: Capital FM
in ,

Harry Styles vai ser dono de uma arena em Manchester

Cantor Harry Styles entra no mundo dos negócios.

Harry Styles está acostumado a cantar em arenas ou até em estádios. Agora, no entanto, ele lavará isso para outro nível sendo dono de uma arena! É o que informa o Financial Times.

Harry Styles entra para o mundo dos negócios
Foto: Kevin Mazur/Getty Images for iHeartRadio

O cantor de “Golden” entrou em uma sociedade com o grupo de investidores Oak View e vai construir uma arena em Manchester, Reino Unido, com projeto estimado em mais de 2,6 milhões convertidos em reais. A construção começará agora, em novembro, mas só tem previsão para inaugurar em 2023.

Harry Styles no mundo dos negócios

A parceria comercial é com a empresa Co-op, justamente onde Harry teve seu primeiro trabalho antes de ficar famoso.

Em declaração, Harry Styles falou que só entrou nesse negócio porque ama música. “Parece um círculo completo fazer isso. Meu primeiro trabalho foi com a Co-Op, era entregar papéis para eles. ”

“Não entrei na música porque queria ser empresário. Eu comecei a gostar de música porque amo música. Isso sempre será uma primeira vez para mim. Mas quando surge uma oportunidade como essa, eu me sinto com o melhor que posso oferecer como músico e como fã”.

Visão como cantor

Como um cantor, Harry Styles vai incorporar seu olhar por esse lado. “Obviamente, não sou um especialista em arquitetura, em termos de construção de uma arena. Acho que o peso do meu envolvimento recai na ideia do que você quer nos bastidores como artista. As pessoas agem de maneiras diferentes após um show. Algumas pessoas gostam de um espaço tranquilo, algumas pessoas gostam de um espaço onde você pode convidar todos os seus amigos”, comentou.

No final das contas, proporcionar um ótimo lugar para a celebração da música é o principal objetivo. “O objetivo não é de forma alguma tentar monopolizar a cidade em termos de música. Trata-se de trazer mais música para Manchester, de querer mais artistas lá, para usar este edifício como um lembrete de porque é uma cidade tão boa para a música, e não tentar destruir outros locais”, afirmou.

Pandemia

Ele completa falando sobre a situação da pandemia, onde os shows foram paralisados. “É uma daquelas coisas de apenas ver como as coisas acontecem. Eu não acho que alguém queira fazer um tour antes que seja seguro. Haverá um momento em que dançaremos novamente, mas até então, acho que é sobre como proteger um ao outro e fazer tudo o que pudermos para ficarmos seguros. E então, quando estiver pronto e as pessoas quiserem, vamos tocar música”.

Escrito por Caian Nunes

Taylor Swift: “folklore” volta ao 1º lugar e ultrapassa 1 milhão de cópias nos EUA

Zé Felipe e Virgínia Fonseca escolhem o nome do bebê