banner com link para rádio globo
Foto: Pascal Montagne / AFPTV/AFP
Foto: Pascal Montagne / AFPTV/AFP
in ,

Guitarra vermelha destruída em show de Oasis vai à leilão em Paris

O instrumento em questão terá o preço inicial de 150 mil euros

O Oasis é uma das mais famosas e conhecidas pelos fãs de rock ‘n roll, e reza a lenda que uma guitarra vermelha que veio a ser destruída em um camarim foi a “responsável” pelo fim do grupo. O instrumento em questão vai a leilão em Paris no próximo 17 de maio e terá o preço inicial de 150 mil euros.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Mas, segundo Arthur Perault, co-fundador da galeria de artes parisiense Artpèges, está avaliado entre 300 mil e 500 mil euros, o equivalente a até R$ 2,52 milhões. A Artpèges organiza o certame junto com a casa de leilões Lemon Auction.

Leia mais:

Dois anos após ter sido quebrada durante um show, a guitarra vermelha, uma Gibson ES-355 TD, foi restaurada pelo luthier francês Philippe Dubreuille.

Sua destruição se tornou uma lenda na história do rock. Os irmãos Noel e Liam Gallagher, que fundaram o grupo Oasis, eram conhecidos nos anos 2000 por suas brigas.

Em 2009, eles estavam no festival parisiense Rock en Seine.

Naquela noite, aconteceu uma grande confusão nos camarins. A guitarra de Noel acabou quebrada e logo aconteceu a ruptura do grupo – explicou à agência de notícias AFP Jonathan Berg, outro co-fundador da Artpèges.

A multidão que aguardava o grupo ficou sabendo, através de um anúncio via megafone, que o Oasis acabara de se separar. Os irmãos Gallagher continuam trocando farpas por meio de entrevistas e em redes sociais desde então.

Foi Noel Gallagher que encomendou o reparo do instrumento, mas logo decidiu se separar da guitarra “porque ela o faz lembrar demais do Oasis”, segundo Arthur Perault.

Um traje de estilo sadomasoquista de Martin Gore, estrela do Depeche Mode, além de discos com autógrafos de artistas como Jimi Hendrix também serão colocados à venda. No total, 85 lotes serão leiloados.

O traje “bondage” de Martin Gore foi imortalizado pelo fotógrafo Paul Natkin em meados dos anos 1980. Possui um preço inicial de 4 mil euros, “ainda que possa chegar a até 12 mil euros”, segundo Arthur Perault.

Escrito por Magda Pinheiro

Ex-BBB Rodrigo Mussi deixa a UTI 20 dias após acidente de carro

Ex-apresentador do “Bem Estar”, Fernando Rocha, relembra dificuldades após demissão da Globo