The Weeknd boicote no Grammy
Foto: Divulgação
in ,

Grammy deverá dar “chuva” de indicações a The Weeknd para 2022 como forma de redimir “boicote”

Previsão foi feita pela Variety.

A The Recording Academy, responsável pelo Grammy, está ciente de que não pegou nada bem o fato do The Weeknd ter sido completamente ignorado na edição de 2021! Com o álbum “After Hours” e o hit “Blinding Lights“, todas as previsões tinham o artista como favorito, mas no final das contas, ele nem foi indicado. Ninguém entendeu nada.

Maior premiação da música
Foto: The Recording Academy

Não dá para voltar atrás e mudar as indicações. No entanto, sempre há um próximo ano, não é mesmo? A revista Variety publicou um artigo com as previsões da música para 2021. Eles adiantaram as esperadas voltas de Rihanna e Adele, que devem ser estrondosas. Sobre o Grammy, eles acreditam que o The Weeknd deverá ser o principal indicado para o próximo ano, até como uma forma de se redimir pelo boicote.

“Em um esforço para reparar seu escandaloso boicote do Grammy em 2021, a Recording Academy indicará o The Weeknd para um recorde de 20 indicações – quebrando o recorde estabelecido por Michael Jackson e Babyface com 12 – incluindo acenos no pop, R&B, rap, rock, country, categorias de gospel e jazz?”, escreveu a publicação – exagerando um pouco.

Será que eles estão certos nessa previsão? Resta esperar!

Ignorado pelo Grammy, The Weeknd planeja álbum novo

The Weeknd não se abalou por ter sido esnobado pelo Grammy Awards e já está planejando o sucessor do álbum “After Hours”. Ele falou sobre o projeto em entrevista à revista TMRW. The Weeknd tem trabalhado no disco durante todo este ano, usando o tempo que era para ele estar em turnê, caso o mundo estivesse normal.

“Eu tenho estado mais inspirado e criativo durante a pandemia do que normalmente fico quando estou em turnê. A pandemia, o movimento Black Lives Matter, e as tensões das eleições criaram principalmente um senso de gratidão pelo que tenho e de proximidade com as pessoas próximas a mim”, declarou.

Orgulho do “After Hours”

Na entrevista, The Weeknd também contou que sua maneira de cantar foi moldada pela música etiópia. “Conforme cresci, fui exposto a mais músicas, e minha voz se tornou um camaleão indo por diferentes personagens em cada álbum. Seguindo meu próprio caminho e quebrando as normas da indústria, pareço estar influenciando outras pessoas”, pontuou.

Embora tenha sido ignorado pelo Grammy Awards, The Weeknd reitera que está muito orgulhoso do álbum “After Hours”. “Foi a obra de arte perfeita para mostrar minha estabilidade na indústria”, disse o artista. O disco foi nº1 em vários países e rendeu os hits “Blinding Lights” e “In Your Eyes”.

Escrito por Caian Nunes

Alok e família

Internet está encantada com atitude nobre de Alok e Romana Novais

Uau! Marília Mendonça exibe marquinha de biquíni em último dia de férias