banner com link para rádio globo
Foto: YouTube/ Roda Viva
in ,

Glória Maria revela que sofreu racismo na carreira: “Nada blinda”

A jornalista ainda revelou que até suas filhas foram alvos de ataques

Na última segunda-feira (14), Glória Maria foi a entrevistada do programa “Roda Viva”. Na sabatina de perguntas, ela foi questionada se já sofreu racismo ao decorrer da carreira ou se a fama a blindou dos ataques. A jornalista foi sincera na resposta.

Foto: YouTube/ Roda Viva

LEIA MAIS: 

“Nada blinda preto de racismo, nada. E com mulher preta é pior ainda. Nós somos mais abandonadas e discriminadas, porque o homem preto não quer a mulher preta. Nada blinda a gente. Você tem que aprender a se blindar da dor, isso é importante”, disse Glória.

Ela ainda continuou: “Se você for esperar uma proteção universal, você está perdida. Você tem que fazer com que a vida te faça aprender a se blindar. Hoje nada me faz sofrer porque eu aprendi a me autoblindar. E eu estou ensinando as minhas filhas a terem a mesma coisa”.

A apresentadora revelou que suas filhas, Laura e Maria, que estudam em colégios de elite, já passaram por ataques racistas: “Não são todos os amigos que sabem que elas são filhas de uma mulher conhecida. Uma vez a Laura chegou em casa e disse que um amigo chamou a cor dela de feia. Ela chegou em casa muito tocada, e a gente sentou e conversou”.

“Eu usei o grupo de mães para contar o que tinha acontecido e que elas orientassem os filhos. Mas isso não vem da criança, isso vem da família. O racismo é uma coisa que você em casa”, completou.

Por fim, Glória disse que acredita que o papel dos pais é ensinar seus filhos a se protegerem de ataques preconceituosos, já que, segundo ela, o racismo está longe de acabar.

Curtiu esta matéria? Leia mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Justin Bieber quer normalizar o uso de maconha

Justin Bieber empata com Drake em recorde na Billboard Hot 100

Unity compete com a Epic Games na criação de metaverso para música