Giovanna Grigio fala da dificuldade de esconder que estava em "Rebelde"
(Foto: Reprodução / Instagram @gigigrigio)
in ,

Giovanna Grigio fala da dificuldade de esconder que estava em “Rebelde”

Brasileira está no México para as gravações do remake da Netflix.

A atriz brasileira Giovanna Grigio foi escalada pela Netflix para o elenco do remake de “Rebelde”. O anúncio oficial foi feito nesta segunda (1º/3), mas ela teve que esconder a novidade por longos meses. Ela está escalada desde antes da pandemia do coronavírus, para se ter ideia. Até que a empresa fizesse o anúncio, ninguém podia falar nada sobre o projeto.

Giovanna, inclusive, viajou para o México para as gravações, tentando não chamar atenção de seus seis milhões de seguidores no Instagram. Parte da estratégia incluiu não marcar a localização em seus posts. Ela não contou nada nem para as amigas.

“Vocês não imaginam a dificuldade de esconder isso das minhas amigas que são muito fãs de ‘Rebelde'”, twittou.

Giovanna Grigio fala da dificuldade de esconder que estava em "Rebelde"
(Foto: Divulgação)

Giovanna Grigio começou em “Chiquititas”

“Rebelde” é um formato que tende a marcar gerações nos país nos quais é exibido. A trama da Netflix será um remake da novela “Rebelde Way”, criada pela argentina Cris Morena. O interessante é que Giovanna Grigio já fez outra versão de obra da Cris.

“Chiquititas” também foi criada por essa compositora e produtora argentina. Giovanna começou sua carreira no remake da novela no SBT, em 2003. Ela foi a protagonista da trama, vivendo o papel de Mili, que décadas antes havia sido de Fernanda Souza.

Giovanna Grigio fala da dificuldade de esconder que estava em "Rebelde"
Giovanna Grigio como Mili de “Chiquititas” (Foto: Divulgação)

Além disso, Giovanna Grigio também fez “Malhação: Viva a Diferença” na Globo – outro projeto voltado para o público jovem. Seu núcleo na “Malhação” deu tão certo que gerou uma série spin-off na Globoplay, chamada “As Five”.

Escrito por Leonardo Torres

456 anos do Rio de Janeiro: veja as 10 músicas mais tocadas na última década

K-pop: edição especial de “Be” leva BTS de volta ao topo do ranking de discos mais vendidos