in ,

Gabriel Diniz fala da amizade com Wesley Safadão e comenta as comparações com Dilsinho e Gusttavo Lima

A última noite do cruzeiro “WS on Board” (26), comandado por Wesley Safadão, contou com shows de Thiaguinho e Gabriel Diniz. Autor do sucesso “Acabou Acabou”, que conta com a participação de Safadão, bem como a nova aposta “Jenifer”, GD (como Gabriel gosta de ser chamado) entregou ao público uma aula de carisma e mistura de ritmos, mas curiosamente com um figurino menos excêntrico que o habitual.

Foto: Reprodução/Instagram Gabriel Diniz

A amizade com Safadão já tem cerca de 7 anos e surgiu através de um convite para juntar-se à sua banda. “Ele queria que eu cantasse na banda dele. Eu já estava na luta, assim como ele, galgando meu espaço. Hoje o Brasil inteiro está abraçando o GD de uma forma bem especial, através do Wesley também, por mostrarmos nosso trabalho juntos. Na verdade é um ajudando ao outro e fortalecendo a música nordestina, apesar do meu show ser bem misturado. Nasci no Mato Grosso do Sul, mas me criei na Paraíba. Então gosto de misturar muita coisa da Bahia, do sertanejo…”, explica.

Espirituoso, GD também brincou com a semelhança física com os cantores Dilsinho e Gusttavo Lima. Ao ser questionado sobre um possível parentesco, ele contou que quando o chamam por outro nome, prefere não desmentir e faz a foto que as pessoas pedem. E entrega que os colegas de trabalho fazem o mesmo, tudo na esportiva. Mas, em tom de brincadeira, alertou que existem diferenças. “O bom é que as comparações são todas com pessoas bacanas. E, no fim, os públicos acabam se misturando, acompanham todos nós.”

Além da mistura de ritmos em suas apresentações, GD também é bastante conhecido pelos figurinos extravagantes em seus shows. “Eu acredito que o artista tem de manter essa aura. A distância do público para o palco é grande, então a roupa soma, a dança soma, os fogos também. Todos os artistas que gosto de pesquisar, sejam do pop, ou até mesmo Luiz Gonzaga, que tinha um visual diferenciado, gera essa magia. O pessoal já me cobra qual roupa usarei em eventos especiais, no Réveillon… O GD é isso: ousadia, intenção de fazer o diferente e se permitir.”

Inicialmente, GD se vestia sozinho “em sua loucura”, como o próprio diz. Hoje conta com a ajuda do personal stylist Li Camargo, que auxilia outros cantores como Luan Santana. Entre as referências pop, ele citou Bruno Mars, Elvis Presley e Michael Jackson.

No momento, GD trabalha o mais recente single “Jenifer”, sua aposta para o próximo verão. Mas já projeta 2019 com outras canções mais sérias, segundo o próprio. “Estamos vindo com um novo EP no dia 17 de dezembro, pela Universal. São seis músicas mais duradouras. Não que ‘Jenifer’ não vá ser, mas a ideia aqui é realmente consolidar a carreira. Já gravamos os clipes de todas essas músicas e a partir de janeiro vamos lançar um clipe por semana. Depois do carnaval queremos gravar um outro EP com amigos, e este vai ser bem diferente.”

Atualmente morando em João Pessoa, GD pensa em morar em São Paulo para cuidar da carreira mais de perto e planeja alcançar o público do Sul e Sudeste do país a partir do próximo ano. “Apenas estar na Universal não resolve as coisas. A gente tem reuniões, conversa pra caramba e se entende para poder trabalharmos juntos. A Universal é uma empresa bem bacana, tem tratado ‘Jenifer’ de uma maneira especial e está surtindo efeito. ‘A Casa Chora’, com Maiara e Maraísa, ganhou uma ação bacana deles também. Tudo isso faz parte da maturação de um artista. Nunca quis uma carreira meteórica, mas sim de construção.”

Avance aos 3 minutos e 46 segundos do vídeo e veja Wesley Safadão curtindo alguns momentos do show de Gabriel Diniz:

Foto: Rosa Marcondes
Foto: Rosa Marcondes
Foto: Rosa Marcondes
Foto: Rosa Marcondes
Foto: Rosa Marcondes

* Equipe do POPline esteve no navio “WS on Board” a convite de Wesley Safadão

Escrito por Daiv Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lady Gaga é eleita melhor atriz de 2018 pelo National Board of Review

IZA emplaca “Dona de Mim” pela primeira vez no Top 50 do Spotify