in ,

Futuro POP – Union J: Conheça a boyband britânica que tem integrante fora do armário

♬ ♪ ♩ ♪ ♭ ♩ ♬ ♪ ♩ ♪ ♭ É verão, calor no coração ♬ ♪ ♩ ♪ ♭ ♩ ♬ ♪ ♩ ♪ ♭

O verão chegou e para essa nova temporada, o Passaporte POPLine coloca um bermudão florido, muito protetor solar fator 60 e passa a se chamar FuturoPOP. E a missão é a seguinte: apresentar alguns artistas ainda não muito conhecidos por aqui, mas que poderão estourar neste ano de 2013.

Para começar, vamos falar um pouco da boyband que deu o que falar na última temporada do “X-Factor UK”: Union J.

O início

O grupo hoje conhecido como Union J, na verdade fez sua primeira audição no “X-Factor UK” como Triple J e era composto por Josh Cuthbert, Jaymi Hensley e JJ Hamblett (daí a grande inspiração para o nome do grupo).

Os meninos receberam ótimas críticas para sua versão de “We Found Love”, de Rihanna, e passaram para a fase de “bootcamp”, onde foram eliminados.

Com a súbita saída do grupo Rough Copy da competição, Louis Walsh, jurado encarregado de ser o mentor dos grupos nessa temporada, chamou o Triple J de volta, mas dessa vez com uma surpresa. A adição de George Shelley ao grupo, forçando-os a mudar o nome para Union J. E foi essa a primeira vez que o Union J se apresentou como um quarteto, com uma versão acústica de “Call Me Maybe”.

 

X-Factor UK

A partir daí, o Union J conseguiu o que talvez nem eles mesmos imaginavam: terminaram o reality show na 4ª colocação, sendo eliminados apenas na semifinal.

O grupo mostrou versatilidade ao apresentar versões de grandes sucessos de grandes nomes da música mundial, como Beyoncé, Taylor Swift, Adele e Abba.

 

Saindo do armário

Para adicionar ainda mais polêmica à já tumultuada história do Union J, Louis Walsh encorajou Jaymi a se assumir publicamente gay.

Para muita gente, essa atitude, especialmente para um integrante de uma boyband, é bastante arriscada, podendo resultar no afastamento de algumas fãs apaixonadas. Mas com o apoio de seu mentor e de seus companheiros de banda, que desde o início da formação do Union J já sabiam da posição de Jaymi, ele resolveu vir à público e disse: “Toda boyband precisa de um integrante gay. O do Union J sou eu.”

Futuro

Nem a eliminação do “X-Factor UK” nem a polêmica causada por Jaymi ao se assumir gay detiveram o Union J de conseguir um contrato com uma gravadora.

No dia 15 de dezembro, dias após a eliminação do reality show, os meninos assinaram contrato com a Sony Music e deverão lançar seu primeiro álbum já neste ano de 2013.

Agora é só esperar…

Escrito por Kavad Medeiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inspirado em Michael Jackson e Prince, Bruno Mars gosta de passar confiança para o público quando está no palco

Calvin Harris retorna ao topo da parada britânica com CD “18 Months”