Francinne no K-Pop
Foto: Thiago Patrial
in

Francinne assina contrato e será a primeira artista brasileira sem ascendência asiática no K-POP

Cantora já planeja um álbum para o mercado da Coreia do Sul.

Enquanto está sofrendo problemas com sua carreira no Brasil, Francine chamou a atenção de empresários do K-Pop. Prova disso é que ela assinou contrato com a LL Entertainment. O objetivo é criar uma carreira internacional, mais especificamente na Coreia do Sul. Será uma ação inédita!

Francinne no K-POP
Foto: Divulgação

“Escolhemos a Francinne, por ser uma cantora pop, além do talento, carisma e dedicação, ela se identificou muito com a cultura sul-coreana, isso torna o trabalho muito mais especial. Nosso projeto para que ela seja lançada na Ásia não é somente lançar uma música, será criado um plano de carreira internacional e inicialmente lançado no Brasil e Coreia do Sul em seguida iremos trabalhar em outros países na Ásia e Europa. É um projeto inédito no Brasil e no mundo, será produzido totalmente na Coréia do Sul e cantada em dois idiomas, português e coreano.” Diz, Léo Lee CEO da LL Entainment.

Francinne no K-Pop
Leo Lee, Francinne e Rodrigo Lee. Foto: Divulgação

Brasileira no K-POP

Francinne será a primeira artista brasileira sem ascendência asiática com carreira no K-POP. Se você está por dentro, deve ter lembrado do grupo Black Swan. De fato, uma das integrantes é brasileira.  Leia, curitibana de 19 anos, debutou no grupo Black Swan da empresa DR Music. Depois de meses de espera, por conta da pandemia do COVID-19, o quinteto apresentou o seu primeiro single e MV “Tonight”.

A diferença é que Leia tem ascendência asiática – ela tem as características físicas dos astros do K-Pop. Francinne, por outro lado, não tem esse lado e vai quebrar um paradigma.

Francinne já fez sua estreia no K-POP em “Te Quiero Mas“, uma parceria com Spax, famoso no K-POP. Foi um dos motivos que ela chamou a atenção da empresa e expandirá sua carreira. Ela gravará um álbum que tem previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano (2021). A ideia é lançar primeiro no Brasil e depois na Coréia do Sul, com agenda de divulgação. A brasileira já se prepara para sua primeira viagem até a terra do BTS para finalizar as gravações e cumprir a agenda de compromissos.

Tomara que ela tenha muita sorte nessa jornada!

Escrito por Caian Nunes

Flay revela ter feito seletiva para “BBB” com uma das novas confinadas

Xamã confirma clipe de “Áries”, música que cita Anitta