Festival Amparo promove apoio aos espaços culturais de SP
Anelis Assumpção, Rincon Sapiência e Francisco El Hombre. Foto: Divulgação
in

Festival Amparo promove apoio aos espaços culturais de SP

Anelis Assumpção, Rincon Sapiência e Francisco El Hombre estão na programação que ajuda artistas e espaços afetados pela pandemia

O Festival Amparo estreia nesta terça-feira (27) com seis dias de programação de shows, espetáculos de teatro, apresentações de DJs e performances de diversas linguagens artísticas, com o intuito de ajudar espaços culturais e artistas afetados pela pandemia.

Promovido pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, o evento ocorre de maneira virtual até o dia 1º de agosto, como iniciativa de fomento e mitigação a espaços artísticos e culturais, como casas de shows, casas noturnas e teatros — impedidos de desempenhar plenamente suas atividades pelas restrições de público impostas pela pandemia de Covid-19.

Foram mapeados mais de 100 espaços, antes abertos ao público, em todas as regiões da cidade para a programação que pode ser acompanhada virtualmente pelo site a partir de três diferentes canais: CCSP, Galeria Olido e Vila Itororó. Em cada canal, dois MCs apresentam as atrações do Festival Amparo: Thiago França e Dani Nega, no CCSP; Marina Mathey e Jaloo, no Centro Cultural Olido e Bixarte e Edgar, na Vila Itororó. Os vídeos foram gravados no mês de julho de 2021.

Entre as apresentações, estão nomes conhecidos como Rincon Sapiência, Francisco El Hombre, Douglas Germano, Anelis Assumpção, Batekoo, e companhias de teatro como o Oficina, Núcleo Experimental de Teatro, Cemitério dos Automóveis e Satyros.

A programação do Festival Amparo contempla múltiplas linguagens, como o teatro, a poesia, a dança, o batuque, além de diversos estilos musicais, entre eles o Rap, o Rock, o Reggae, o Samba e ritmos tradicionais da Cultura Popular. A diversidade de expressões, somada à resistência dos espaços artísticos e culturais é de fundamental importância para que a cadeia produtiva do setor de eventos possa se manter e se reestruturar para uma retomada segura.

O apoio a essas casas não apenas gera emprego e renda, girando a roda da economia criativa, mas tem um papel fundamental no próprio desenvolvimento da canção, do teatro e de outras linguagens artísticas”, afirma o secretário de Cultura da cidade de São Paulo, Alê Youssef.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Secretaria de Cultura (@smculturasp)

O Festival Amparo é uma extensão do Plano de Amparo à Cultura, lançado em fevereiro de 2021 pela Prefeitura de São Paulo. O Plano de R$100 milhões desenvolve um conjunto de medidas diversas de apoio a artistas, técnicos, produtores, espaços culturais, grupos e coletivos impossibilitados de exercer suas funções em razão da pandemia de Covid-19.

Além disso, o projeto também é ação fundamental e essencial para garantir o acesso da população à diversidade cultural da cidade, de acordo com a Constituição Federal. Confira a programação completa do Festival Amparo clicando aqui.

Escrito por Láisa Naiane

Quem é Juan Marcus & Vinícius, compositores de hits sertanejos?

Julia Michaels reclama de falta de divulgação da gravadora

Julia Michaels reclama de falta de divulgação da gravadora