Foto: Reprodução/Instagram
in ,

Fenômeno viral: Agnes Nunes muda visual para sua primeira capa de revista

Jovem cantora de 18 anos lançou recentemente o EP “Romaria”

Sem TV, imprensa ou rádio, Agnes Nunes construiu uma legião de fãs com covers na internet e agora finalmente celebra sua primeira capa de revista. Para o ensaio para a Glamour, a paraibana mudou o visual e apareceu ainda mais linda.

As duas capas de Agnes Nunes para a revista Glamour (Foto: Reprodução/Instagram)

Aos 18 anos, a jovem cantora lançou recentemente o EP “Romaria”, que traz nos títulos das músicas uma sequência de nomes de lugares por onde ela passou ou gostaria de passar.

A trip começa a partir das desilusões amorosas pessoais de Agnes e de histórias que ouve e lê por aí. Tudo é material para uma nova canção. No EP, a jovem artista canta sobre a aventura de se relacionar em tempos moderno, com amores líquidos, e os encontros e desencontros de grandes metrópoles como “São Paulo”, “Lisboa” e “Rio de Janeiro”.

E agora ela celebra essas conquistas na carreira estampando sua primeira capa de revista.

“Minha primeira capa de revista! Isso significa muito pra mim. É isso mesmo, sou Agnes Nunes, nordestina, paraibana, 18 anos, e sou muito bonita e jovem pra sofrer de amor. Obrigada a música, a arte, ao universo, e a vocês. Obrigada a toda equipe de @glamourbrasil”, escreveu Agnes em seu Instagram.

Cantora lançou recentemente o EP “Romaria”

“Hiroshima” é o mais recente single e foi a única música escrita no isolamento social, durante a pandemia do novo coronavírus. A letra traz toda a introspecção da cantora vivida nesse período. “E eu que já morri umas quatro vezes / Esse ano e não foi nada, não sinto nada / E você que sempre chora e grita, toda vez quando o som acaba / Silêncio invada”, entoa.

A metáfora surge através da tragédia Oriental. Assim como Hiroshima foi reconstruída depois da bomba atômica e se tornou uma metrópole industrial, Agnes Nunes aponta para uma saída de reconstituição de afetos.

Ainda não tive a oportunidade de conhecer o Japão, mas acho que o lugar se enquadra no momento que estamos vivendo. Precisamos nos ouvir mais, preservar a nossa essência e reinventar os nossos cacos, sem nos cortar com o que restou”, declara ela, que, com a história, concretiza a quarta faixa o EP “Romaria”.

Escrito por Daiv Santos

Gabily volta ao Brasil acompanhada de Neymar, diz jornal

Katy Perry faz 1ª performance de "Not the End of the World"

Katy Perry faz 1ª performance de “Not the End of the World”