(Foto: Reprodução / Instagram @sandyoficial)
in ,

Felipe Solari comemora entrevista com Sandy para podcast

“A gente merecia encerrar esse ciclo – e ano – com Sandy”, diz.

Sandy vai participar do podcast “Sistema Solari”, do ex-VJ da MTV Felipe Solari. O episódio de uma hora irá ao ar no domingo (13/12), em áudio e vídeo, como especial de fim de ano. Felipe está super feliz por encerrar 2020 com Sandy como sua convidada.

“Sandy é a entrevistada mais pedida pelo público do Sistema Solari. Depois de receber Junior, Lucas e outros convidados do universo Sandy & Junior, como o ator José Trassi e o diretor Douglas Aguillar, a gente merecia encerrar esse ciclo – e ano – com Sandy. Essa entrevista é nosso especial de fim de ano, que traz leveza e esperança para renovarmos as energias e embarcarmos para o ainda incerto 2021”, diz.

Felipe Solari comemora entrevista com Sandy para podcast
(Foto: Divulgação)

Entrevista à distância

A cantora foi convidada em janeiro e a entrevista deveria ter acontecido poucos meses depois, no estúdio dele. A pandemia do coronavírus atrapalhou os planos de Sandy e Felipe Solari: a entrevista só aconteceu em dezembro, de maneira remota.

“Mas parecia que a casa dela estava dentro do meu estúdio, em um papo descontraído que conta com as participações – ou interrupções?! (rs) – da cachorrada e do Lucas. Assim fui sendo transportado para a casa de Sandy e, agora, convido o público a estar junto com a gente”, conta o podcaster.

Na entrevista, Sandy falou sobre maquiagem; a turnê fenomenal com Junior, “Nossa História”; produções audiovisuais; impactos de 2020 na carreira e na vida pessoal; o EP visal “10:39”; preocupações com o filho em um mundo tão conectado; produções em casa; paixão por café; teatro musical; e até… ETs. É a primeira entrevista da Sandy para um podcast.

O curta-metragem da Sandy

Sandy presenteou os fãs com um EP e um curta-metragem chamados “10:30”, retratando os sentimentos e sensações vividos na quarentena. Para o projeto, ela regravou três músicas – dois covers (“Piloto Automático” do Supercombo e “Lua Cheia” do 5 a Seco) e uma autoral (“Tempo”).

Cada canção representa um estágio vivido durante o isolamento social provocado pela pandemia do coronavírus: a sensação de estar perdida e o choque inicial, a tristeza profunda, e a adaptação e superação emocional botando os males para fora.

Escrito por Leonardo Torres

Evermore

Billboard: As músicas do novo álbum da Taylor Swift da melhor para a pior

Kelly Clarkson divórcio

Kelly Clarkson pede que ex-marido devolva quantia de milhões