Créditos: Bob Gruen
in

Fãs relembram os 40 anos da morte de John Lennon no Twitter

Ex-beatle foi um músico fundamental para as manifestações pela paz no mundo

8 de dezembro de 1980. John Lennon havia acabado de retomar a carreira com o lançamento de “Double Fantasy”, seu primeiro álbum em cinco anos, quando foi morto a tiros em frente ao Edifício Dakota, em Nova York. Nesta terça-feira, fãs pelo mundo relembram o legado e a importância do ex-beatle para as manifestações pela paz no mundo.

Créditos: Bob Gruen

A vida interrompida de um homem de 40 anos, no dobrar de uma nova década, foi um duro golpe para milhões de admiradores e teve um grande impacto na sociedade ocidental. O desaparecimento de Lennon foi comparado à perda de um ente querido pela revista norte-americana “Time”. E o sentimento de pertencimento é legítimo. Afinal, os Beatles foram a trilha sonora de uma década em que o mundo testemunhou transformações sociais, políticas e tecnológicas.

As aspirações de Lennon estavam além da música. Dez entre dez pessoas concordam que ele, ao lado de Paul McCartney, formaram a dupla mais prodigiosa da música pop. Mas Lennon talvez tenha sido a principal voz na busca pela paz, democracia e fé na humanidade. Por isso que seu assassinato ainda é motivo de muitos (e justos) lamentos. Sua morte representou o fim da esperança de um mundo melhor.

Fãs de John Lennon em luto reunidos no Central Park (Créditos: Getty Images)

Veja algumas postagens feitas ao longo desta terça-feira:

Escrito por Daiv Santos

Ariana Grande dá dica que lançará show na Netflix

Ariana Grande dá dica de que lançará show na Netflix

Destaques do K-POP

Saiba quais foram as contas do Twitter mais populares do K-POP