Foto: divulgação
in ,

Exclusivo: ouça um trecho de “América Vibra”, nova música do Natiruts com Ziggy Marley e Yalitza Aparício

Natiruts está começando o ano com um astral que só a banda consegue proporcionar, mas com reforços internacionais. O grupo convidou Ziggy Marley, um dos maiores nomes do reggae internacional, e a atriz mexicana Yalitza Aparício, indicada ao Oscar por sua atuação em “Roma”, para a colaborarem em “América Vibra”.

Em tempos tão caóticos, a canção é uma espécie de manifesto a união dos povos da América e reivindica um mundo mais justo e amoroso. “Em um momento de dualidade e de muros, físicos e estruturais, que nos separam, “América Vibra” vem como um urgente pedido de transposição de barreiras”, explicou a banda em comunicado.

A música chega na próxima quarta-feira (20), mas ouça com exclusividade um trecho da parceria:

Sobre a letra, Ziggy Marley comentou: 

“Se não fizermos algo, nada vai acontecer, então temos que fazer. Eu tenho que fazer algo, você tem que fazer algo – é disso que estamos falando. Se o futuro não estiver certo, eu vou fazê-lo dar certo. Não podemos esperar por alguém que faça isso, nós temos que ir e fazer. Temos que cuidar do planeta, cuidar uns dos outros para construir um mundo melhor juntos. América vibra!”.

Detalhes

A arte da capa é um trabalho exclusivo do renomado Kobra, dono de muros em cinco continentes. A composição é de Alexandre Carlo e Ziggy Marley, enquanto a masterização do trabalho ficou por conta de Felipe Tichauer. Responsável pela mixagem de trabalhos de Beyoncé, Ariana Grande, Adam Lambert e de outros grandes artistas, Tony Masaratti também colaborou com a canção.

Ciente do papel da música em um período de dualidade e de muros, Alexandre Carlo acredita que é o momento de destruir as antigas barreiras, que existem desde o processo de colonização:

“Existem muros invisíveis na sociedade, criados principalmente por experiências entre as relações humanas do passado e que têm reflexo no nosso dia a dia. No caso do Brasil, e principalmente das Américas, a principal relação que causa esses muros invisíveis é a do processo colonizatório, que favoreceu uma porção e desfavoreceu enormemente outras”.

Foto: reprodução @alexandrecarlo Instagram

Já o clipe contou com a direção de Rick Brombal e promete uma emocionante profusão de imagens icônicas das Américas (Brasil, México e USA), envolvidas pela natureza, em  uma espécie de oásis.

Confira a letra:

“América Vibra”

América, América

TESTIFY AND BRING TO JUSTICE
THE TREES THEY’VE FALLEN
I AM A WITNESS
IF THE FUTURE’S NOT BRIGHT
THEN I WILL MAKE IT
I CAN’T SIT AROUND AND TAKE IT

América Vibra
América Vibra
América Vibra
América, América

Os mesmos pensamentos tortos do passado
Voltaram outra vez
Para tentarem sequestrar todos os direitos
Que o pobre povo tem
Nossos sonhos são tão grandes
Que não cabem nos porões dessa ignorância
E a consciência do que somos e podemos
É o fogo da esperança

América Vibra
América Vibra
América Vibra
América, América

América Vibra
América Vibra
América Vibra
América, América

Oh Oh Oh Oh
Oh Oh Oh Oh
Oh Oh Oh Oh
Oh Oh Oh Oh
Oh Oh Oh Oh
Oh Oh Oh Oh
Oh Oh Oh Oh
Oh Oh Oh Ooooooh

No queremos muros, nosotros somos puentes
No queremos hambre, nosotros somos vida
No queremos armas, nosotros somos paz
No queremos odio, No queremos odio
Nosotros somos Amor

 

Escrito por Douglas Françoza

Color Addict: Now United lança novo game para reunir a galera

Duda Reis ganha mais de 3 milhões de seguidores e deve entrar no Guinness Book