in

Exame toxicológico revela quais drogas mataram Mac Miller

Saiu o resultado do exame toxicológico de Mac Miller, morto em sua casa na Califórnia em 7 de setembro. O site TMZ teve acesso aos documentos e confirma a overdose do rapper, que tinha problemas de dependência química. O exame apontou overdose acidental por conta de uma mistura de fentanil (medicamento injetável para dor), cocaína e álcool. A quantidade de cada droga não era exatamente letal, mas a combinação delas o matou.

Na semana passada, aconteceu um evento em sua homenagem em Los Angeles – o “Mac Miller: A Celebration of Life”. Artistas como Anderson .Paak, Chance the Rapper, John Mayer, Miguel, ScHoolboy Q, SZA,Travis Scott e Ty Dolla $ign se apresentaram no show, que arrecadou fundos para a Fundação The Mac Miller Circles. Ariana Grande, sua ex-namorada, não participou, mas lançou uma música no último fim de semana, na qual se refere a Mac como “um anjo”.

É sabido que a cantora ficou profundamente abalada com a morte do ex – o que motivou até o término de seu noivado com o comediante Pete Davidson. “Eu te adorei desde o dia em que te conheci quando eu tinha dezenove anos e eu sempre te amarei”, Ariana escreveu no Instagram, uma semana após o falecimento do rapper, “eu não posso acreditar que você não está mais aqui. Eu realmente não consigo colocar minha cabeça nisso. Nós conversamos sobre isso. tantas vezes. Estou tão braba, estou tão triste, não sei o que fazer. Você era meu amigo mais querido. Por tanto tempo. Acima de qualquer outra coisa. Me desculpe, eu não pude consertar ou tirar sua dor. Eu realmente queria. A alma mais gentil e doce, com demônios que ele nunca mereceu. Eu espero que você esteja bem agora. Descanse”.

Escrito por Leonardo Torres

Justin Bieber faz tattoo imperceptível no rosto em homenagem à Hailey Baldwin

“Nasce uma Estrela”, com Lady Gaga, bate 1,4 milhão de ingressos vendidos no Brasil