Chris Pearson participou da versão americana do "De Férias Com o Ex" (Foto: MTV)
in ,

Ex-participante do “De Férias Com o Ex” morre esfaqueado nos EUA

Chris Pearson tinha apenas de 25 anos e estava em Los Angeles, na Califórnia

DJ e músico, Chris Pearson tinha apenas 25 anos e ficou mais conhecido após participar da versão americana do “De Férias Com o Ex“, também na MTV. No último final de semana, Pearson, infelizmente, faleceu após ter sido esfaqueado em Los Angeles, na Califórnia.

Chris Pearson tinha apenas 25 anos (Foto: MTV)

LEIA MAIS:

De acordo com as informações do TMZ, Chris estava em San Fernando Valley e se envolveu em uma briga na madrugada do último domingo (10). O DJ teve o corpo esfaqueado diversas vezes durante o conflito e chegou a ser levado ao hospital. Mas, infelizmente, não sobreviveu.

Ainda de acordo com o portal, as autoridades estão investigando o caso e procurando o autor do crime. Na internet, amigos de Chris criaram uma vaquinha online para ajudar a família do DJ com os gastos médicos e funerários.

“Chris era a pessoa mais determinada que poderia haver. Ele teve um sonho, estabeleceu uma meta e não parou até atingir essa meta. Não importava o que ou quem ele perdia no caminho, ele se certificou de que estava de olho em uma coisa e apenas em uma coisa”, diz o texto da campanha.

Chris Pearson participou da 1ª temporada da versão americana do “De Férias Com o Ex“, em 2018. Na época, era um dos poucos participantes que não fazia parte deste universo de TV, mídia ou celebridades. Bastante animado, Chris recebeu duas ex-namoradas no reality e até chorou por uma delas.

Após sua participação na produção da MTV, Pearson viu sua carreira de DJ ganhar um up e começou a tocar em várias festas, principalmente na região da Califórnia.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Victor Viana

Em entrevista com Maluma, Madonna fala sobre seu filme autobiográfico

P!nk é a artista feminina mais tocada do século no Reino Unido