Foto: Reprodução / Internet
in ,

Ex-BIGBANG: Seungri é condenado a 3 anos de cadeia por prostituição

Cantor também terá que pagar multa de 5 bilhões de won coreanos.

Se no passado Seungri era um dos maiores ídolos do K-Pop como parte do grupo BIGBANG, agora ele passa por problemas com a justiça. Ele foi condenado a 3 anos de cadeia após se envolver em esquema de prostituição, além de apostas ilegais. Ele já saiu do grupo em 2019 depois do escândalo “Burning Sun”, que envolveu outras celebridades do país.

membro do Big Bang preso
Foto: Reprodução / Internet

Seungri, de 30 anos, foi condenado por ser o mediador de favores sexuais para investidores estrangeiros. Com isso, ele recebia benefícios em troca. Já que ele descumpriu leis da Coreia do Sul, também terá que pagar multa de 5 bilhões de won coreanos, o que é equivalente a R$ 5,1 milhões.

A todo tempo Seungri negou sua participação em esquemas de prostituição. No entanto, ele assumiu delitos financeiros menores. Pelo que parece, não convenceu no tribunal. Os promotores responsáveis afirmam que ele “nunca demonstrou remorso e tentou culpar outras pessoas pelos seus atos“.

Artistas como Jung Joon-young e Choi John-hoon (ex-FT Island) também já foram condenados pelo mesmo caso.

No BIGBANG, Seungri emplacou hits como “Tonight“, “Fantastic Baby“, “Loser“, “Bang Bang Bang“, “Let’s Not Fall in Love“, entre outros.

Leia Mais:

K-Pop: G-Dragon fala sobre possível comeback do BIGBANG

Antes mesmo de grupos como BTS, BLACKPINK e EXO estourarem na indústria musical, o BIGBANG já era consagrado na Coreia do Sul. Acontece que há alguns anos o grupo não lança novos projetos, mas isso poderá mudar em breve.

(Foto: Reprodução Internet)

Segundo o site Koreaboo, recentemente o integrante G-Dragon entregou para a revista DAZED Korea que tem escrito muitas músicas para o BIGBANG.

“Tenho trabalhado na música e no BIGBANG ultimamente, então eu me concentro em encontrar palavras-chaves relacionadas a eles, passo a maior parte do meu tempo escrevendo letras, então eu geralmente faço anotações”.

G-Dragon voltou do serviço militar em 2019 e, na época, prometeu entregar novas músicas sem especificar se seria como artista solo ou com o BIGBANG.

Vale dizer que durante sua ausência, o grupo foi abalado por uma série de investigações criminais envolvendo o integrante Seungri — que acabou deixando o BIGBANG.

O grupo debutou em 2006 pela YG Entertainment e hoje é formado por G-Dragon, T.O.P, Taeyang e Daesung.

A canção mais conhecida deles é “BANG BANG BANG“, lançada em 2015. Assista:

Escrito por Caian Nunes

Tatá Werneck desconvida Andressa Urach por apoio a Bolsonaro

Jason Momoa diz que toma banho após “polêmica” entre atores de Hollywood