in

“Eu não conseguia ficar 30 ou 60 minutos sem cocaína”, admite Demi Lovato

A cantora e atriz Demi Lovato deu uma entrevista para o “Access Hollywood” cheia de detalhes sobre a época em que era viciada em drogas. Recuperada, ela conversou com a repórter ao lado de sua mãe, vez ou outra apertando sua mão em busca de apoio. “É algo que eu nunca falei antes. Mas, com meu uso de drogas, eu conseguia escondê-las onde quer que fosse”, contou. “Não conseguia ficar 30 ou 60 minutos sem cocaína. Eu levava para os aviões”.

>> Demi Lovato quer ser diretora, apresentadora e compositora para outros artistas no futuro.

Quando todos dormiam na primeira classe, Demi se drogava. “Ou me esgueirava até o banheiro e fazia”. Ela conseguia enganar todo mundo. Na época, a cantora tinha um colega que a vigiava 24 horas e, mesmo assim, ela conseguia driblá-lo. “Eu sou muito, muito boa em manipular as pessoas, e isso é algo que fiz em minha doença. Manipulava todos a minha volta”, afirmou.

Para ela, o ponto mais alto do seu vício foi quando começou a se tratar e se embebedou escondida. Foi a última vez que bebeu. “Ia do aeroporto e tinha uma garrafa de Sprite cheia de vodca. Era apenas 9h da manha e eu estava vomitando”, lembrou. “Eu tinha toda a ajuda do mundo, mas não quis”.

Escrito por Leonardo Torres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Believe”: filme novo do Justin Bieber ganha data de estreia no Brasil

Justin Bieber doa US$ 500 mil para ajudar vítimas do tufão nas Filipinas